Vamos poder comprar máscaras sociais nos super e hipermercados

Aliás, estima-se que, no final da próxima semana, muitas superfícies já tenham várias máscaras sociais disponíveis para venda.

máscaras sociais
- Publicidade -

Quem o diz é Gonçalo Lobo Xavier, diretor-geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), em entrevista à Rádio Renascença.

Em declarações àquela rádio, o responsável acredita que as máscara sociais vão ficar já disponíveis a partir da próxima semana.

“Todos os nossos retalhistas se estão a abastecer no mercado e a preparar a disponibilização em cada loja de máscaras de diversas qualidades para disponibilizar ao consumidor, tendo em vista a sua segurança, a reabertura da economia e uma certa normalidade possível”, referiu na entrevista.

“No final da próxima semana, são essas as orientações que nos têm dado os nossos fornecedores, quer portugueses quer internacionais, já teremos máscaras disponíveis nas nossas lojas”, adiantou Gonçalo Lobo Xavier.

E quanto aos preços de venda? O responsável não arrisca preços, mas garante que “os portugueses podem estar certos que os produtos serão vendidos a um preço muito equilibrado”. Estima-se, portanto, que os retalhistas possam vender as máscaras quase a preço de custo.

Em todo o caso, os preços irão variar, podendo custar um certo montante para máscaras sociais que podem ser reutilizadas, ao passo que as máscaras cirúrgicas que só podem ser utilizadas durante quatro horas deverão ter um preço totalmente diferente.

Recorde-se que já existem várias empresas portuguesas a comercializar máscaras reutilizáveis.

Já em relação ao álcool e gel desinfetante, o responsável adiantou à Renascença que, ao longo do mês de maio, os super e hipermercados deverão ficar bem abastecidos nesse sentido.

- Publicidade -

Sigam-nos

12,691FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Supermercados deixam de vender roupa, livros e artigos de decoração temporariamente

Estes estabelecimentos irão focar-se na venda de bens considerados de primeira necessidade.

Supermercados fecham às 13h aos fins de semana, mas as compras online estão a funcionar na mesma

Ou seja, e como não podemos sair de casa, são os supermercados a ir ter com os clientes.

Câmaras municipais já estão a proibir que os supermercados abram portas às 6h30

Alguns autarcas nem sequer esperaram pelo Conselho de Ministros desta quinta-feira.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Continente do Bebé é o nome da nova marca própria do Continente

Os produtos da marca estão em destaque na Feira do Bebé do Continente, que decorre em todas as lojas Continente até 24 de janeiro, com descontos diretos até 25%.

Restaurante lisboeta recusa-se a fechar portas durante o novo confinamento

O casal fundador do restaurante Lapo, em Lisboa, invoca a constituição para manter as portas abertas.

Carris ajusta serviço aos fins-de-semana e feriados

Mas durante a semana a oferta mantém-se inalterada.