fbpx

Chegaram ao mercado as primeiras máscaras reutilizáveis certificadas

E são fabricadas por empresas portuguesas, claro.

máscaras reutilizáveis

Numa altura em que todos nós teremos de conviver com o novo coronavírus, tornava-se impraticável termos de mudar de máscara todos os dias ou cada vez que saíssemos em casa. Pois bem, começaram a chegar ao mercado as primeiras máscaras reutilizáveis certificadas. E sim, foram desenvolvidas em Portugal.

No site do CITEVE, autoridade que garante o cumprimento das normas das máscaras comunitárias em Portugal, podemos reparar que algumas empresas já contam com certificações para estas máscaras reutilizáveis e de uso comunitário.

Nesta ligação, poderão reparar que empresas como a Daily Day Studios, Digit All, Location Available, CAIFAI – Malhas e Confecções, Camorsil – Têxteis e Confecções, Confecção Carnel, Confecções Manuela & Pereira, José Paulo Ferreira da Silva e Simão e Olgando ganharam certificação para “Máscara de Uso Geral (Nível 3)”, podendo disponibilizar à população no geral estas máscaras reutilizáveis, com capacidade de retenção de partícular de 70%, no mínimo.

Há também outras fábricas a produzir máscaras reutilizáveis, como a Vieira Pocargil, Quotidiandiversity e Estamparia Têxtil Adalberto, mas, neste caso, destinam-se a profissionais que estão em contacto com muita gente. Estas máscaras têm uma capacidade de filtragem mínima de 90%.

Entretanto, e caso desejem, podem já comprar máscaras comunitárias no site da Daily Day Studios, a primeira empresa a avançar com a venda destes produtos.

No site, podemos ler que as máscaras são fabricadas em tecido 100% algodão e que podem ser lavadas um máximo de cinco vezes. Disponíveis nas cores branco, preto e azul marinho, as máscaras são disponíveis em packs de cinco unidades da mesma cor por 20€ ou num sortido de cores de seis unidades por 24€.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,788FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
630SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

- Publicidade -

Mais Recentes