Começa em abril mais uma Festa do Cinema Italiano

- Publicidade -

Lisboa (5 a 14 de abril), Coimbra (9 a 1 de abril), Almada (10 a 13 de abril), Porto (10 a 14 de abril), Setúbal (11 a 14 de abril), Alverca do Ribatejo (12 a 13 de abril), Penafiel (13 a 14 de abril), Moscavide (13 e 14 de abril), Aveiro (15 a 16 de abril), Viseu (1 a 1 de maio), Abrantes (1, 8 e 15 de maio), Beja (7 a 9 de maio), Caldas da Rainha (8 a 10 de maio), Évora (14 a 17 de maio), Tomar (14 a 18 de maio) e Loulé (23 a 26 de maio).

São estas, para já, as cidades que irão receber nas datas enunciadas os filmes da 12ª Festa do Cinema Italiano. São mais de 60 filmes, seis deles em antestreia nacional, e mais de 15 cidades portuguesas que participam na iniciativa.

Este ano, o festival presta homenagem, em colaboração com a Cinemateca Portuguesa, a Nanni Moretti, com uma retrospetiva completa de longas-metragens e uma seleção de curtas-metragens do realizador. Uma oportunidade para ver em sala grandes sucessos estreados nos cinemas portugueses mas também obras inéditas no nosso país, nomeadamente algumas curtas-metragens e documentários, incluindo a antestreia nacional do seu último filme, Santiago, Italia.

Na sessão de abertura, estará, em antestreia, o último trabalho de Paolo Virzì, Notti magiche (Noites Mágicas), um filme sobre a passagem que o cinema italiano viveu no princípio dos anos 1990 quando a época dos grandes mestres estava a concluir-se e uma nova leva de autores, ainda sem muita experiência, recebia esta pesada responsabilidade.

Já a sessão de encerramento fica a cargo de Euforia, de Valeria Golino, filme apresentado no último festival de Cannes, uma sensível reflexão sobre o amor e o respeito entre dois irmãos tão diferentes quanto próximos nas adversidades da vida.



Pelo meio destacam-se Il primo re, de Matteo Rovere, uma das maiores produções italianas, La paranza dei bambini (Piranhas – Os meninos da Camorra), de Claudio Giovannesi, em antestreia nacional, ou a exibição da versão original dividida em duas partes do último filme de Paolo Sorrentino sobre a vida de Silvio Berlusconi (Loro 1 e Loro 2). Esta versão integral é inédita em Portugal.

Em competição estarão sete obras, o que demonstra, mais uma vez, o bom estado de saúde da nossa cinematografia.

Vão existir ainda sessões especiais e eventos paralelos, sendo que a música tem um destaque particular nesta edição da Festa. Em estreia absoluta, é apresentada a última composição de Pedro Teixeira da Silva, primeiro violino da orquestra do Teatro São Carlos e fundador da banda Os Corvos, que leva ao Cinema São Jorge 4 Canções Italianas, músicas para piano e soprano – Cristiana Oliveira – inspiradas em quatro poemas italianos.

A não esquecer ainda a gastronomia, que, este ano, apresenta algumas novidades: este ano, o já tradicional Cine-Jantar transforma-se: são quatro jantares e realiza-se, pela primeira vez, num cinema: os jantares são no bar/restaurante do Cinema São Jorge seguido de filme na Sala Manoel de Oliveira, uma conversa em torno da comida e aperitivos com concertos todos dedicados à música italiana.



Quanto a preços, em Lisboa os bilhetes custam 4,5€ (bilhete normal) e 3,5€ (<25 >65 anos), no Cinema São Jorge e Cinemas UCI – El Corte Inglés e 3,20€ na Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema. Há ainda cadernetas de vouchers à venda com packs de 5 e 10 bilhetes.

Todas as novidades e informações sobre a programação do festival podem ser acompanhadas no site oficial.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Câmara Municipal de Coimbra vai comprar as duas salas de cinema do Edifício Avenida

Esta decisão surge na sequência do processo de leilão que decorria online na sequência da insolvência dos cinemas Millennium, que ameaçava a continuidade do projeto “Casa do Cinema de Coimbra”.

O novo filme de Super Mario Bros. tem nova data para 2023

Super Mario Bros. tem nova data de estreia para daqui a um ano.

Crítica – The Boy Behind the Door

Se querem um thriller que funciona a um nível básico, que não vai muito longe no terror, algo para passar o tempo, então talvez apreciem The Boy Behind the Door. Se pedem mais que isso, lamento dizer que o filme fica pela premissa.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

EN4 entre Pegões e Vendas Novas vai ser requalificada

Tudo para melhorar as condições de circulação e segurança neste troço.

Hotel Turismo da Guarda vai mesmo reabrir

Mais detalhes serão divulgados em breve.