Lydia. App financeira já está disponível em Portugal e vai concorrer com a Revolut, N26 e Monese

A fintech tem dois planos: um gratuito e um pago. Mas há borlas para quem tem menos de 25 anos.

Lydia
- Publicidade -

Foi em 2017 que a Lydia, app francesa, chegou a Portugal com o seu serviço de transferências, permitindo, na altura, fazer pagamentos digitais para amigos, familiares ou até utilizar em estabelecimentos comerciais. Mas foi um formato teste.

Agora, quase no final de 2020, a fintech entra oficialmente no mercado português com uma réplica integral da app-mãe francesa, indo concorrer com empresas Revolut, a N26 e Monese, entre outras.

A Lydia destaca-se pela sua experiência bancária simplificada e única, “caracterizada pela rapidez, centricidade humana e ultra-segurança”, segundo diz no comunicado de imprensa enviado aos meios.

Com a Lydia, todos os movimentos acontecem em tempo real: extrato, histórico de transações, transferências e ainda a criação de uma conta bancária e de um cartão Visa. O dinheiro é movido com um simples “arrastar” entre contas. Também fora da app, a Lydia destaca-se no seu serviço, com a oferta de cartões nacionais Visa – aceites em todos os estabelecimentos -, que possuem isenção de taxas para pagamentos e levantamentos no estrangeiro.

Instalámos a app e, sem informações nossas, isto é, do próprio cliente, parece algo “despida”. Na aba inicial existem várias opções, além do saldo:

  • Conectar o meu banco: aqui é onde adicionam as vossas contas bancárias e onde conseguirão ter noção do saldo de todas as contas num só lugar. Podem também fazer transferências imediatas entre as diferentes contas;
  • Money Pot: Serve para criar um link partilhável (por exemplo, para juntar dinheiro para um aniversário) com amigos e gastar online ou com Apple Pay/Google Play. Mas existe uma comissão de 2.9% no plano gratuito;
  • Contas Partilhadas: Serve para partilhar uma conta Lydia com uma ou várias outras pessoas. Podem definir os direitos para que essas pessoas possam visualizar apenas a conta ou gastar o saldo da mesma;

É também possível criar grupos e sub-contas Lydia.

Já na última aba da app é onde podem optar pela utilização ou do plano gratuito (sem taxas nem comissões, mas com limite de utilização) ou do plano premium. O Lydia Blue tem um valor de 4,90€/mês e faz com que não existam limites de utilização. A boa notícia é que este plano é gratuito para menores de 25 anos de idade.

Para a chegada da Lydia em Portugal, fiquem a saber que existe uma equipa local e 100% nacional responsável pelo processo.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,406FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
655SeguidoresSeguir

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – PonPu

Pato mutantes, ovos explosivos e personagens disformes – sejam bem vindos ao mundo de Ponpu!

Cyberpunk 2077 vai receber um modo de fotografia muito detalhado

Perfeito para admirar a nossa personagem e a cidade do jogo.

SwatchPAY! já funciona em Portugal

Para já, a parceria de pagamento contactless através da nova linha de relógios é exclusiva da Caixa Geral de Depósitos até 15 de janeiro.