fbpx

Lisboa sobe cinco posições na lista das cidades com melhor qualidade de vida

Lisboa surge classificada em 38.º lugar do ranking, subindo cinco lugares relativamente ao ano anterior. Esta variação foi motivada pela melhoria na classificação da categoria associada ao crime na cidade que melhorou face ao ano anterior.

Com esta subida, a capital portuguesa conseguiu ultrapassar cidades como Paris (39.º lugar), Londres (41.º lugar), Milão (42.º lugar) e Barcelona (43º. Lugar) e manter-se acima de cidades como Madrid (49.º lugar) e Nova Iorque (45.º lugar).

Relativamente ao nível do saneamento, Lisboa encontra-se em 59º lugar, acima de cidades como Barcelona (61.º), Londres (67.º) e Roma (77.º).

A cidade de Viena, Áustria, lidera o ranking pelo 9.º ano consecutivo, sendo a cidade com melhor qualidade de vida na Europa e a nível global, fornecendo a residentes e expatriados um elevado nível de segurança, transportes públicos bem estruturados, bem como uma grande variedade de instalações culturais e de entretenimento.

Em 2.º lugar surge Zurique, na Suíça, e, logo depois, Auckland e Munique, ambas em 3.º lugar. No caso de Munique, Munique, na Alemanha, a cidade tem realizado um esforço concertado para atrair talento e empresas, investindo continuamente em infraestruturas de alta tecnologia e promovendo as suas instalações culturais.

Vancouver completa o top das cinco melhores cidades, apresentando-se como a cidade norte-americana melhor posicionada no ranking. Singapura (25.º lugar) e Montevideu (77.º lugar) são as cidades mais bem classificadas na Ásia e América Latina, respetivamente.

O estudo da Mercer é um dos mais abrangentes e completos do Mundo. É realizado anualmente para que empresas multinacionais e outras organizações sejam competitivas na compensação dos seus colaboradores de uma forma justa sempre que os destacam para o estrangeiro em trabalho. Além das importantes informações que facultam, os estudos Quality of Living da Mercer fornecem recomendações premium para mais de 450 cidades em todo o mundo. O ranking deste ano inclui 231 dessas cidades.

Este ano, a Mercer disponibiliza ainda um ranking em separado sobre as condições de saneamento das cidades, que analisa as infraestruturas relacionadas com a remoção de resíduos e esgotos, níveis de doenças infeciosas, poluição do ar, fornecimento e qualidade de água. Trata-se de aspetos importantes para a atratividade de uma cidade, tanto ao nível do talento, como para o investimento directo estrangeiro das empresas. Honolulu lidera o ranking do Saneamento das Cidades, seguida por Helsínquia e Otava, ambas em 2.º lugar. Nas piores posições encontram-se Dhaka (230.º lugar) e Port-Au-Prince (231.º lugar).


- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,780FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
628SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

- Publicidade -

Mais Recentes

Um spinoff de The Boys pode chegar muito em breve

Segundo a Variety, está agora a ser dada prioridade a este projeto devido ao sucesso da segunda temporada da já popular série da Amazon.

Análise – Urbanista London

O modelo London, da Urbanista, é uma escolha mais económica dentro do mercado de earbuds True Wireless equipados com Noise Cancelling (cancelamento de ruído).