Lisboa vai ganhar 80 novas estações para bicicletas Gira este ano

No entanto, a respetiva ativação de cada uma pode demorar algum tempo.

bicicletas Gira
- Publicidade -

A EMEL, que atualmente gere sozinha o sistema de bicicletas partilhadas Gira, vai instalar no próximo mês de abril novas estações para estes veículos. Ao longo de quatro semanas, a empresa deverá instalar 30 novas estações na Av. Almirante Reis, Olivais e Lumiar, de modo a acompanhar o crescimento da rede ciclável da cidade.

Contudo, tal não significa que sejam logo ativadas, até porque há que passar por uma série de passos relacionados com ligações elétricas. É um processo moroso. Posto isto, a EMEL tem a ambição de as ativar algures durante o verão.

Mas se estas novas não vão ser logo ativadas, o mesmo não acontece com as quatro estações na Cidade Universitária e outras três na frente ribeirinha, que nunca chegaram a ser ativadas. Porém, essa ativação deverá mesmo acontecer ao longo do próximo mês de abril.

Além das 30 novas estações, a EMEL tem pretensões de instalar outras 50 ao longo do ano, mais especificamente entre as Avenidas Novas e Campolide e entre as Amoreiras e Campo de Ourique. Nesta segunda fase, o objetivo é fazer a ligação da baixa da cidade a Algés, acompanhando o traçado da futura ciclovia prevista para a Avenida da Índia, como refere o jornal A Mensagem.

Para acompanhar as novas estações, será necessário que também surjam novas bicicletas Gira. De momento, existem cerca de 500 bicicletas no ativo e 300 na oficina (para a respetiva reparação), mas, muito em breve, a cidade de Lisboa irá ganhar 730 novas bicicletas elétricas, surgindo num modelo mais evoluído.

Apesar de idênticas às bicicletas Gira originais, terão uma bateria maior (logo maior autonomia), cestos frontais reforçados, cadeado na roda traseira (para permitir paragens rápidas durante viagens), proteção adicional contra frutos e, ainda, um adaptador para a colocação de uma cadeira destinada ao transporte de crianças (opcional, uma vez que terá de ser encomendado à EMEL).

Já numa segunda fase, serão adicionadas, pelo menos, 1500 novas bicicletas elétricas, apesar de, neste momento, não existir qualquer prazo para tal.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
784SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

EMEL volta a cobrar estacionamento e introduz novas tarifas

Até aqui existiam três tarifários, divididos por cores. Mas isso agora mudou.

Primeiro BiciPark da EMEL para estacionamento de bicicletas inaugurado no Lumiar

Tem 22 lugares para bicicletas convencionais e dois lugares para bicicletas de carga (cargo bikes). O primeiro dos 13 estacionamentos...

EMEL vai instalar dezenas de postos de carregamento elétrico ao longo do ano

A começar já em maio, mês em que a empresa prevê inaugurar três ilhas de carregamento rápido.

Afinal, os pagamentos à EMEL estarão suspensos enquanto existir confinamento

Quer isto dizer que a suspensão atualmente em vigor não terminará, como previsto, no final de fevereiro.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Lidl aposta na produção nacional com primeiro vinho vegan certificado

Criado a partir da combinação das castas Alicante Bouschet, Aragonez e Syrah, o vinho Indelével Vegan Tinto Regional Alentejano caracteriza-se por apresentar uma cor rubi, aromas de frutos vermelhos maduros e por um sabor suave, quente e equilibrado.

Loja online portuguesa da Huawei está quase a chegar

Fica disponível entre o final deste mês e o início de maio, prometendo dar vários benefícios a quem optar por adquirir produtos da marca na nova loja.

Novo álbum de Chet Faker chega em julho

Nick Murphy retomou o aclamado projeto Chet Faker em outubro de 2020, após um hiato de seis anos.