Liga dos Campeões: Bilhetes custarão no máximo 70€ a adeptos visitantes

E tudo isto a pensar no espetáculo e no apoio que os adeptos conseguem dar à sua equipa quando esta joga fora do seu estádio. Assim, a UEFA decidiu fixar um valor máximo de 70€ nos bilhetes vendidos a adeptos visitantes no que à Liga dos Campeões diz respeito.

Em relação à Liga Europa, esse limite está fixado nos 45€.

Aleksander Ceferin, presidente da UEFA, referiu que “os adeptos são a essência do jogo. Queremos garantir que possam ir aos jogos fora e contribuir para que o ambiente dentro dos estádios seja tão especial”.

Na verdade, os clubes até já estavam obrigados a não vender bilhetes aos adeptos visitantes acima do preço praticado para os da casa nos setores equivalentes. Claro, existem exceções, como os lugares anuais ou os de sócio.

Mas agora, com este teto máximo, espera-se que os estádios continuem cheios, até porque, muitas vezes, os custos de acompanhar as equipas no estrangeiro são bastante dispendiosos.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,454FansCurti
4,046SeguidoresSeguir
531SeguidoresSeguir

Relacionados

Liga NOS pode regressar a 4 de junho. Clubes têm de concordar com a decisão

É nesse dia que deverá acontecer o primeiro jogo da 25.ª jornada da Liga NOS.

Football Manager 2020 está gratuito até à próxima semana

Até às 15h de 25 de março, será possível jogar gratuitamente FM 2020 através da Steam para PC e Mac. Basta ir à plataforma, descarregar o título e começar a jornada enquanto treinador de bancada.

Oficial: Euro 2020 adiado para o verão de 2021

Já se especulava há uns dias, mas agora é mesmo oficial: a UEFA decidiu adiar o EURO 2020 para o verão de 2021.

eFootball PES 2020 recebe conteúdos do Euro 2020 no final de abril

É o que diz um comunicado da Konami, referindo que conteúdos exclusivos do UEFA EURO 2020 irão chegar ao conhecido simulador de futebol a 30 de abril, permitindo que os fãs possam experienciar a principal competição de seleções da Europa.
- Publicidade -

Mais Recentes

Crítica – Shirley

Shirley é, sem dúvida alguma, cinema de autor por parte de Josephine Decker, que entrega uma biopic única que quebra todas as limitações impostas pelo género.