Lidl deixa de comercializar ovos de galinhas criadas em gaiolas

É a primeira cadeia de retalho em Portugal a não comercializar ovos provenientes de galinhas criadas em gaiolas. A decisão segue a estratégia global de sustentabilidade do Lidl Portugal e vem reforçar o compromisso com o bem-estar animal.

- Publicidade -

É um avanço para um futuro mais consciente e responsável. O ovo é, a seguir ao leite materno, o alimento nutricionalmente mais rico e com mais benefícios para a saúde.

Portanto, no Lidl verás à venda ovos provenientes de galinhas no solo e de galinhas ao ar livre. Criadas em liberdade dentro de pavilhões, estas galinhas podem envolver-se com o meio que as rodeia, enquanto expressam o seu comportamento normal.

Para teres noção, as galinhas de gaiola têm os seus movimentos limitados a um espaço pouco superior a uma folha de papel A4. Isto faz com que não consigam bater as asas, nem tão pouco caminhar livremente.

Resta esperar que as outras cadeias de retalho sigam os passos do Lidl Portugal.

Segue-nos nas redes sociais no FacebookTwitter e Instagram.

- Publicidade -

1 Comentário

  1. parabéns Aos responsáveis do grupo que tomaram esta decisão

    Já sou cliente Lidl ainda mais serei

    Jorge fernandes

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Infinissima Touch é a nova máquina da Nescafé Dolce Gusto

Com o simples toque de um botão, podem preparar mais de 35 combinações criativas.

Violife chega ao mercado nacional com alternativas vegan ao queijo e manteiga

Podem encontrar estes produtos nas lojas Continente e Auchan.

Courage Club acontece em dezembro e já tem o cartaz fechado

Não há Paredes de Coura este ano? Não há problema, faz-se um evento alternativo.