DeepThinQ 1.0 é a Inteligência Artificial para futuros dispositivos da LG

Não é novidade que o futuro das tecnologias passa por termos acesso a equipamentos inteligentes capazes de responderem às necessidades dos utilizadores de forma simples e orgânica. É apenas uma questão de tempo até termos plataformas inteligentes em todo o lado.

- Publicidade -

A aposta da LG neste campo chama-se DeepThinQ e encontra-se na sua primeira versão.

Esta nova plataforma apresenta-se capaz de ir um pouco mais além do expectável. Desenvolvida no ano passado, juntamente com o laboratório de Inteligência Artificial da LG na Coreia, esta plataforma não só poderá ser encontrada em equipamentos de consumo, como poderá ter um papel importante no desenvolvimento de futuros equipamentos, tudo graças a tecnologias de “Gadget”.

Traduzido para português, a “Aprendizagem Profunda” é a capacidade de aprendizagem de uma inteligência artificial através do processamento de dados obtidos por um sistema, com a ajuda de algoritmos especializados, de modo a melhorar a eficácia das operações. Na prática, isto poderá traduzir-se na aprendizagem de um equipamento em função das ações do utilizador, sendo que a LG poderá lançar novos produtos sucessivamente mais inteligentes e eficazes, melhorando a interação com assistentes virtuais ou reconhecendo definições de dispositivos, ideais para cada situação e utilizador. Um exemplo desse tipo de tecnologia pode ser encontrado, por exemplo, no Huawei Mate 10 Proque ajusta definições de fotografia ao longo de uma utilização constante.

Segundo a LG, esta primeira versão do DeepThinQ possui funções de reconhecimento de voz, vídeo, sensor e sistema de deteção de corpos humanos e de espaço, informações essas que foram obtidas através dos hábitos de utilização de clientes da LG.

Esta tecnologia irá ser incluída nos mais diversos tipos de equipamentos da LG, desde sistemas de ar condicionado a computadores de bordo de automóveis, smartphones, TV, entre outros, com o objetivo de criar ecossistemas LG orgânicos e inteligentes.

Para já não existem ainda equipamentos confirmados com a plataforma DeepThinQ, mas a LG espera que, no futuro, todos os seus equipamentos sejam inteligentes e interativos.


 

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,430FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Depois de F9, podemos ter mais dois filmes de Fast and Furious

Se nove filmes e um spin-off da saga Fast and Furious não vos chega, relaxem, porque seguindo Vin Diesel depois de F9, o décimo e, provavelmente o último filme, poderá ser dividido em duas partes.

O Boticário lança produtos feitos com recurso à inteligência artificial

Chamam-se Egeo ON You e Egeo ON Me e são as primeiras fragrâncias do mundo desenvolvidas com a ajuda de inteligência artificial.

Razer revela novos comandos para smartphones, routers e muito mais na CES 2020

A Razer foi à CES 2020 de mala cheia de novidades e atualizações dos seus periféricos e dispositivos.

A Samsung revela o que poderá ser o smartphone dobrável do futuro

O Samsung Galaxy Fold foi só o inicio daquilo que poderão ser os smartphones da marca no futuro.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes