La Famiglia: Já fazia falta um (verdadeiro) restaurante italiano em Setúbal

por Alexandre Lopes

Famiglia, amici, vino e… la pasta! Comida típica italiana (Romana), onde o ponto forte é “La Pasta”. Faça parte da nossa “Famiglia”. É assim que somos apresentados ao La Famiglia, possivelmente o melhor restaurante italiano de Setúbal.

O La Famiglia nasceu em janeiro do ano passado na Avenida Luísa Todi, depois dos sócios António Resende, João Albino e Vasco Ramos perceberem que faltava um verdadeiro italiano na cidade. Estes empreendedores foram os fundadores do Sushima, conhecido restaurante de sushi em Setúbal, e, depois do sucesso deste, resolveram apostar em algo completamente diferente.

O La Famiglia é um restaurante pequeno, com capacidade para apenas 26 pessoas, pelo que se recomenda reserva. Mas há uma esplanada com mais lugares, que só funciona durante o bom tempo. O ambiente faz lembrar um verdadeiro restaurante siciliano, contando-se, por exemplo, os sofás de veludo verdes ou candeeiros em forma de armas, sem nunca descorar o ambiente requintando e acolhedor. Uma decoração bem original e que, certamente, não vão encontrar em outro estabelecimento na cidade.

Mas vamos já esclarecer: não há aqui pizzas nem lasanhas. Não é esse o objetivo, até porque, dessa forma, o La Famiglia seria somente mais um restaurante. As especialidades são mesmo as massas e outros pratos mais especiais. E uma coisa é certa: vale mesmo a pena!

Aquando da nossa visita, fomos extremamente bem recebidos, pelo que tivemos a possibilidade de escolher à nossa vontade, sempre tendo em conta as sugestões que nos davam. Foi um fartote de comida e, apesar de não termos limpo os pratos todos – afinal, precisávamos de algum espacinho no estômago para provar tudo o que ia chegar à mesa -, praticamente todas as opções passaram com distinção.

Algo giro e de destacar: o menu está impresso numa garrafa de vinho gigante. É bem original, embora há quem vá achar pouco prático.

Começámos com as Anti-Pasti, que é, como quem diz, as entradas. Chegou-nos uma Caprezi (mozzarella, tomates cherry salteados e vinagre balsâmico), além de um Provolone al Prosciutto (queijo provolone gratinado com presunto). O aspeto da Caprezi fazia lembrar um mini-lasanha, o que, visualmente, nos conquistou logo. No sabor também não falhou. Já a Provolone al Prosciutto tem excesso de molho de tomate, o que faz com que o queijo (ótimo por sinal) acabe por ficar mergulhado (em demasia) em tomate, perdendo um bocado adaquele sabor tão característico.

Logo depois, um Risotto Vegetariano (Risotto com legumes e cogumelos salteados), para percebermos se o La Famiglia também se safava com opções mais da “terra”. É um Risotto que vai agradar sobretudo a vegetarianos/vegan, uma vez que, apesar do queijo parmesão misturado, existem legumes a mais (beterraba, bróculos e courgette) que acabam por quebrar um pouco da consistência do prato. E nem demos pela existência dos cogumelos.

Já a terminar a refeição (sem falarmos das sobremesas), chegaram-nos os pratos que vão levar toda a gente ao La Famiglia: as massas. E o facto de três opções de massa serem misturadas no queijo Grana Padano vai conquistar qualquer um, apesar do seu sabor peculiar. É verdadeiramente delicioso.

A nós, chegou-nos uma Grana Padano Gamberi (massa envolta em queijo parmesão com camarão e molho de coentros), Grana Padano Funghi (cogumelos frescos e bacon) e Tagliatelle al Pesto (Tagliatelle com molho pesto e crumble de bacon). Bom, possivelmente terá sido a Grana Padano Gamberi a que menos apreciámos, uma vez que não somos fãs de camarão. Em todo o caso, o molho de coentros ajudou a equilibrar o paladar, pelo que até gostámos bastante.

Já as outras duas massas destacaram-se, e bem. Todos os ingredientes mostravam ter qualidade, além da própria massa, super saborosa e sempre bem cozinhada. Todas as misturas que fazem entre ingredientes e molhos resultam em pratos excelentes, sendo que, desta vez, tivemos de devorar tudo. Além disso, as doses são generosas q.b, pelo que bastará uma entrada e um prato principal por pessoa para ficarem totalmente satisfeitos e com o estômago aconchegado.

Claro, refeição que se preze não termina sem uma sobremesa em condições… e ainda bem que não pedimos o Gelato La Famiglia, senão seria um desperdício de comida (falando num bom sentido). Basicamente, esta é uma super sobremesa. Se querem algo mega calórico, mas extremamente delicioso, esta é a opção que devem pedir e partilhar com alguém. Imaginem um prato onde vem Filipinos, Kit Kat, várias bolas de gelado, um Magnum, um Cornetto, chantilly, topping de chocolate e alguns frutos vermelhos. São precisamente estes os elementos que compõem o Gelato La Famiglia.

Claro, no nosso caso pedimos a versão reduzida, Gelato Per Te, que, apesar de ser para uma pessoa, pode perfeitamente ser dividida. É uma sobremesa absolutamente incrível que qualquer viciado em gelados vai adorar.

Ainda nos chegaram à mesa duas outras opções, uma Panna Cotta de Mel e Nozes e um Tiramisú. Começando pela Panna Cotta, e apesar do mel e das nozes no topo, estava demasiado líquida. Já o Tiramisú tinha um aspeto lindíssimo e uma textura excelente. Apesar de não ter sido dos melhores que já provámos, é uma opção a ter em conta para terminar a refeição.

Concluindo, o La Famiglia é um restaurante que deve ser visitado não só por grupos de amigos, mas também para refeições românticas com a cara metade. Apesar de haver espaço para melhorias, com o ambiente que tem e a comida que apresenta, vai certamente agradar aos setubalenses… e não só.

La Famiglia Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Também pode interessar

Deixar uma resposta

O Echo Boomer utiliza cookies para dar a melhor experiência possível aos nossos leitores. Aceitar Ler mais

%d bloggers like this: