Arnold Schwarzenegger, Michael Fassbender e David Hasselholf juntos em Kung Fury numa ode aos filmes de ação dos anos 80

Não foi só Mad Max: Fury Road que chamou a atenção dos críticos e jornalistas no festival de Cannes em 2015 ao mostrar-se um projeto cheio de adrenalina, cor e baseado num produto dos anos 80. Na categoria das curtas, foi Kung Fury que andou de boca em boca e que se tornou num fenómeno.

A curta de 30 minutos escrita, realizada e protagonizada pelo sueco David Sandberg é uma violenta e hilariante ode aos filmes de ação dos anos 80, que conta a história de um polícia mestre nas artes marciais que viaja no tempo para matar Adolf Hitler.

O que parece ser um projeto em forma de piada é, na realidade, uma demonstração das capacidades criativas do jovem Sandberg, que produziu esta curta (que pode ser vista no topo deste artigo) com recurso a uma campanha de crowdfunding no Kickstarter, que atingiu cerca de 630 mil dólares.

Graças ao sucesso crítico e ao fenómeno em que se tornou, Kung Fury prepara-se para receber uma adaptação cinematográfica, estreando Sandberg no mundo de Hollywood. E o sueco não está sozinho nesta aventura.

O novo projeto volta a contar com David Sandberg na realização, escrita e no papel principal e, ao seu lado, vai ter Michael Fassbender, num papel ainda desconhecido, David Hasselholf, que já na curta dava voz a um carro e para a qual criou um tema musical incrível, e, agora, junta-se também Arnold Schwarzenegger, que irá protagonizar o papel de Presidente dos Estados Unidos.

A história é muito semelhante ao material original. Estamos em Miami no ano 1985, onde Kung Fury e amigos se vão juntar numa viagem no tempo para salvar o mundo das forças nazis controladas por Adolf Hitler, aqui apropiradamente batizado como Kung Fuhrer.

Para já ainda não há datas de estreia. Sabe-se apenas que Kung Fury vai iniciar a produção durante o verão deste ano.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

10,852FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
632SeguidoresSeguir

Relacionados

Crítica – Guns Akimbo

Daniel Radcliffe vestido com um roupão e com armas presas às suas mãos, são apenas alguns ingredientes que tornam Guns Akimbo o filme mais louco de 2020 até à data.

Enquanto esperamos por novos episódios, Rick and Morty regressam numa nova curta

O multiverso de Rick and Morty abre um número infinito de possibilidades, com as suas personagens, humor e violência a poderem aparecer de diversas formas.

My Friend Pedro rebenta na PlayStation 4 em abril

Lançado originalmente para PC, Nintendo Switch e, mais tarde, para Xbox One, My Friend Pedro rebenta na PlayStation 4 dia 2 de abril.

Análise – Darksiders Genesis (Nintendo Switch)

Com uma nova perspetiva e assente numa experiência RPG, Darksiders Genesis é uma boa distração da série principal, dando-nos um olhar sobre os acontecimentos que antecederam o Apocalipse que destruir a Terra.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Braga. Nova unidade hospitalar abre a 2 de novembro

Este projeto envolveu um investimento de 10 milhões de euros por parte do grupo Lusíadas Saúde resulta de um acordo com a Santa Casa da Misericórdia de Braga.

Antevisão – Astro’s Playroom. Duplamente sensacional

O novo comando da PlayStation 5 é a estrela desta experiência.