Há uma nova carteira móvel para guardar criptomoedas. E é portuguesa

Chama-se Keyruptive e é uma solução criada pela mais recente spin-off do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), que tem o mesmo nome da tecnologia desenvolvida. Esta carteira móvel para criptomoedas permite acesso e gestão de fundos de forma intuitiva, ao mesmo tempo que mantém um nível de segurança comparável ao de dispositivos de hardware.

- Publicidade -

Esta tecnologia oferece a capacidade de dar aos utilizadores total controlo sobre os seus fundos e informação e, ao mesmo tempo, capacidade de utilizar serviços que permitem a sua gestão de uma forma fácil e útil.

A Keyruptive permite o armazenamento descentralizado e seguro de informação, oferecendo assim níveis de segurança muito elevados e, ao mesmo tempo, permitindo acesso a qualquer hora e lugar à informação através de uma app móvel.

A apresentação da Keyruptive irá acontecer esta quinta-feira, dia 23 de maio, no âmbito do 6º programa de aceleração da Startup Braga. Um dos propósitos da participação da Keyruptive neste evento é levantar cerca de 400 mil euros para continuar a desenvolver a solução tecnológica.

Em todo o caso, já se podem tornar membros exclusivos. Basta seguirem os passos aqui.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Comprar casas em Portugal com criptomoedas? Há quem o faça

E por valores ao alcance de poucos.

Mi Store Portugal passa a aceitar pagamentos com criptomoedas

Têm algumas criptomoedas guardadas e queriam gastá-las na compra de um smartphone?

As razões para o Godex ser o melhor conversor de criptomoedas online em 2021

Qualquer moeda criada virtualmente por meio de métodos criptográficos é uma criptomoeda.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

City Center Covilhã terá 14 lojas e abre até junho de 2023

Um complexo comercial com três pisos e situado no principal eixo rodoviário da Covilhã.

Jardim Sonoro 2022 acontece uma semana após o previsto

Desta forma, os festivaleiros já não têm de decidir se vão a este festival ou se ao Kalorama.