Jacarandá – Um delicioso brunch no Estoril para tardes bem passadas (e comida com fartura)

- Publicidade -

Vai ser difícil não visitar todos os fins de semana.

Quem passar pela Avenida Sabóia, no Estoril, pode nem dar pelo novo residente, mas o Clube do Lago Hotel esconde um segredo à vista de todos: um boozy brunch bem exótico. Dá pelo nome de Jacarandá e promete ser o spot perfeito para tardes bem passadas a beber uns copos em boa companhia.

Os responsáveis por tudo isto são Francisco e Vasco Palha, sendo que este último pegou no conceito do seu negócio com Mário Sousa Borges, O Passe, e transpôs os produtos para a mesa do Jacarandá.

A jogada é de mestre, na verdade. Para quem não conhece, O Passe é um projeto que veio responder à necessidade de uma alternativa às plataformas de delivery que fosse mais saudável, mais tradicional e que nos remetesse para as refeições que tínhamos antigamente em casa dos nossos avós. Trata-se, portanto, de um negócio de takeaway e delivery, onde os consumidores escolhem os produtos que desejam e levantam na loja ou recebem no conforto de lar graças à loja online.

Ora, há sempre novos clientes para conquistar e, com isto em mente, os responsáveis do Jacarandá resolver colocar o que o Passe vende… mas na mesa de brunch do Jacarandá. Desta forma, não só os clientes podem devorar à vontade as mais variadas coisas, como ficam a conhecer a qualidade dos produtos se quiserem depois levar para casa – no Jacarandá há até uma secção com produtos congelados do Passe, pelo que basta escolher o que querem levar e efetuar o respetivo pagamento. É, de facto, um 2 em 1 muito bem pensado.

E o melhor de tudo? Têm ainda acesso à piscina do hotel, o que será perfeito para aqueles dias mais quentes em que reunimos a família ou um grupo de amigos.

Mas, afinal, o que é que se come no Jacarandá?

Quem procura um brunch tem, por norma, duas opções: ou um brunch estilo all you can eat, em que podemos comer o que quisermos até não aguentarmos mais, ou um brunch com um menu pré-definido. Ora, o Jacarandá junta o melhor dos dois mundos, ao dar-nos uma mesa buffet, mas também um menu em que podemos escolher ainda mais opções.

Podem, portanto, provar de tudo um pouco sem pagar mais por isso: salmão fumado, rosbife, empadas, croquetes, mini quiches, várias saladas, misturas de cogumelos com espargos, chips de batata doce, tábuas com queijos e tostas, iogurtes e sumos naturais, bem como um prato quente com arroz – no nosso caso, apanhámos um ótimo caril de frango!

Além de tudo isto, têm ainda mousse de chocolate, pastéis de nata, donuts, muffins, chaussan de maça e pain au chocolat, tudo em versão mini, no que toca a sobremesas. Já estão cheios por agora? Calma que ainda não acabou.

O brunch do Jacarandá inclui ainda um prato à la carte e um cocktail do dia ou bebida alcoólica. Se quiserem algo com pão, têm opções como Eggs Benedict (pão brioche, ovo escalfado, bacon, batata assada e molho holandês), Royal (tudo igual, mas o salmão fumado substitui o bacon) e Florentine (tudo igual, mas com espinafres ao invés de bacon ou salmão fumado), ou então a Tosta de abacate (pão de fermentação lenta, creme de abacate, ovo escalfado, pickles de pepino e cebola roxa), que foi uma das opções escolhidas pelo Echo Boomer. A nosso ver, acaba por ser a mais interessante das opções com pão, uma vez que é a que mais se diferencia das restantes, além de contar com ingredientes que não estão na mesa de buffet – e o abacate fica sempre bem hoje em dia.

A outra opção é optarem pelas Panquecas de Banana e Aveia integral com frutos vermelhos, que foi outra das opções à la carte que nos chegaram à mesa. Há aqui um bónus: as panquecas, saudáveis e bem fininhas, trazem ainda um creme de avelãs caseiro, como se fosse uma alternativa à Nutella. Escusado será dizer que nada ficou no prato.

No que toca aos cocktails, as opções são clássicos bem conhecidos: Margarita, Bloody Mary, Mojito, Moscow Mule, entre outros.

A cereja no topo do bolo? O preço. Desenganem-se aqueles que acham que o Jacarandá é daqueles brunchs de 50€ ou mais. Aqui, por um buffet, um prato à la carte e um cocktail do dia ou bebida alcoólica, pagam 25€. É um preço justíssimo – se gostarem de fazer contas, podem até ir ver o preço dos produtos ao site do Passe e reparar que este é daqueles poucos casos em que compensa ir comer fora. Agora percebe-se o porquê de ser o spot ideal para um dia bem passado.

Caso tenham ficado tão conquistados como nós, saibam que o Jacarandá funciona aos fins de semana, das 12h às 17h. Para reservas (algo que se aconselha, especialmente se levarem um grupo grande), devem ligar para o 912998674.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes