Já se pode embarcar em voos com destino ou escala em Portugal com apresentação de teste rápido

E os passageiros a quem seja detetada uma temperatura corporal igual ou superior a 38º serão também sujeitos à realização de teste rápido.

- Publicidade -

Até aqui, somente era possível embarcar em voos com destino ou escala em Portugal continental mediante a apresentação de um teste PCR negativo. Mas isso agora mudou.

De acordo com a mais recente resolução do Conselho de Ministros, pode ler-se que “as companhias aéreas só devem permitir o embarque dos passageiros de voos com destino ou escala em Portugal continental mediante a apresentação, no momento da partida, de comprovativo de realização laboratorial de teste de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN) ou de teste rápido de antigénio (TRAg) para despiste da infeção por SARS-CoV-2 com resultado negativo, realizado nas 72 ou 24 horas anteriores à hora do embarque, respetivamente”.

Dito isto, passa a ser permitido embarcar em voos com destino ou escala em Portugal com a apresentação de um teste rápido negativo à COVID-19, sendo muito mais barato que a realização do típico teste PCR.

Compete às companhias aéreas a “verificação da existência do referido teste no momento da partida, sem prejuízo de verificação aleatória, à chegada a território nacional continental, por parte da Polícia de Segurança Pública ou do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF)”.

De resto, realçar ainda que os passageiros a quem seja detetada uma temperatura corporal igual ou superior a 38º serão também sujeitos à realização de teste rápido.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Está proibida a circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa ao fim de semana

A medida entra em vigor já esta sexta-feira, às 15h.

Ir a casamentos e batizados vai obrigar à realização de teste à COVID-19

Terão de ser os participantes a assegurar os próprios testes.

Novo teste rápido à COVID-19 promete a mesma fiabilidade dos testes PCR, mas a um fração do tempo e do custo

A obtenção de resultados é conseguida em cerca de 45 minutos, podendo este tempo ser reduzido para 25 minutos no caso da deteção por fluorescência em laboratório.

Pessoas com 60 anos ou mais já podem marcar online o dia em que querem ser vacinadas

Com o ritmo da vacinação a aumentar, o autoagendamento vai ficando disponível para um número cada vez maior de pessoas.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Há um novo restaurante Burger King em Alcochete

É o primeiro na zona e o 10º no distrito de Setúbal.

Serviços públicos essenciais obrigados a ter linhas telefónicas gratuitas

As empresas têm agora até ao próximo dia 1 de novembro para fazer cumprir este decreto-lei.