Inquérito revela que 82% dos fãs estão prontos para voltar aos eventos ao vivo

A pesquisa foi realizada pela Festicket a mais de 110 mil inquiridos.

Festicket

Com mais de um terço da população mundial em confinamento devido ao surto de coronavírus, o impacto negativo na indústria de eventos ao vivo não se deixou de fazer notar. Mas depois do desconfinamento, o que é que se espera?

A Festicket realizou uma pesquisa que incluiu mais de 110 mil fãs provindos de vários países para descobrir quando estes estarão prontos novamente para assistir a eventos ao vivo.

Os resultados da pesquisa demonstraram que 82% dos fãs estariam dispostos a ir a um festival no prazo de um a seis meses depois do desconfinamento. Incluídos nesse grupo, 66% não teriam problemas em comparecer a um festival dentro de um período de um a três meses, enquanto que 30% estariam dispostos a fazê-lo imediatamente após o anúncio de desconfinamento.

É natural que os festivais de um dia figurem no topo da lista de eventos aos quais os fãs não se importariam de voltar imediatamente após o desconfinamento, no entanto, um pouco menos de 70% afirmou estar disposto a ir a um festival de fim de semana. Além disso, 59,5% dos inquiridos afirmaram que estariam dispostos a ir tanto a eventos de música nacionais como internacionais no próximo ano.

No que diz respeito às reservas para o ano de 2021, a maioria dos fãs parece acreditar que a temporada do ano de 2021 não será afetada, e mais de 75% dos inquiridos afirmam estar dispostos a efetuar reservas para o próximo ano, nos próximos dois meses.

Além disso, os fãs parecem estar dispostos a não poupar despesas nas suas próximas viagens a festivais, com 34% dos inquiridos a afirmar que estariam dispostos a gastar entre 250€ e 500€ e 24% de inquiridos a afirmar que estariam dispostos a gastar mais de 500€.

No entanto, os fãs são da opinião de que os organizadores dos eventos ao vivo devem implementar várias medidas adicionais quando voltarem, estas deverão incluir a comunicação antecipada de medidas de saúde e segurança, a instalação de estações para a lavagem e desinfeção de mãos, a redução de capacidade de pessoas permitida no recinto e o cancelamento gratuito de bilhetes.

Entretanto, são muitos aqueles que assistem às transmissões ao vivo, com mais de 60% dos inquiridos a afirmar terem assistido a uma durante o confinamento. 58% dos inquiridos afirmaram estar dispostos a pagar para assistirem a uma transmissão ao vivo, por meio de um bilhete ou fazendo um donativo. Aliás, ainda há relativamente pouco tempo a Festicket anunciou a criação de uma plataforma para concertos online.

De resto, também podemos avançar a Festicket vai começar a transmitir uma série de concertos a partir da próxima segunda-feira, dia 8 de junho, que culminará num evento ao vivo no Avenida Café-Teatro em Aveiro, com transmissão em stream pago, no dia 21 de junho.

Sigam-nos

10,855FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
632SeguidoresSeguir

Relacionados

CLIVEON. Está a chegar numa plataforma de venda e transmissão de espetáculos

A CLIVEON surge dos esforços da BOL e da Brain Entertainment.

Festivais. Vai ser possível pedir reembolso, mas somente em 2022

Depois de sabermos que os bilhetes atuais valerão um vale de igual valor ao preço pago, há agora boas e más notícias para quem pretendia um reembolso.

Espetáculos da Film Symphony Orchestra em Portugal foram cancelados

O reagendamento não foi completamente descartado, mas, neste momento, o cancelamento é a medida necessária e responsável.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes