Igreja de Bragança com estatuto de monumento foi vendida para pagar dívida a empreiteiro

- Publicidade -

A igreja foi a leilão como “espaço dedicado ao culto da religião católica”.

A igreja do Convento de São Francisco, em Bragança, que até aqui pertencia a uma fraternidade de leigos constituída “por três pessoas” e que se encontra insolvente há vários anos, foi vendida esta terça-feira após o final de um leilão que decorreu online.

O conjunto do edifício medieval, datado do século XIII, situado junto ao castelo de Bragança, já foi convento, hospital militar e asilo. Classificado como Monumento de Interesse Público, acabou por ser vendido à Pb – Sociedade Imobiliária Lda, uma construtora da zona de Setúbal, por 217.825€, um valor que até parece irrisório.

Mais caricato ainda? A igreja e o adro de um dos mais emblemáticos edifícios de Bragança foram penhorados por uma dívida a um empreiteiro, no seguimento de um processo que deu entrada no tribunal de Bragança, em 2007.

A igreja foi a leilão como “espaço dedicado ao culto da religião católica”, deixando assim de pertencer à ordem secular franciscana da cidade. Esta é uma venda que deixou a população local em choque.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes