Hands-On – Nokia 8 é a afirmação de que a marca está de volta

Chama-se Nokia 8, foi ontem lançado em Portugal e é a nova aposta da startup finlandesa HMD Global no segmento dos smartphones topo de gama.

A convite da HMD Global, o Echo Boomer esteve presente no evento de apresentação do novíssimo Nokia 8, e pôde conhecer ao pormenor o dispositivo, que tentará combater com os concorrentes de outras marcas no mercado, com o objetivo de, a médio prazo, colocar a marca Nokia novamente nas bocas do mundo.

Em apresentação aos jornalistas, Luís Peixe, Country Manager da HMD Global Iberia, começou por “ressalvar a importância do Nokia 3310”, confessando que não esperavam o “sucesso” do ressurgimento do popular dispositivo.

A HMD, criada a 1 de dezembro, é uma startup com apenas nove meses de existência e foi a responsável pelo retomar da marca Nokia no mercado. Tendo já nas lojas o referido Nokia 3310 e os Nokia 3, Nokia 5 e Nokia 6, é hora de atingir um novo patamar com o lançamento do Nokia 8.

O dispositivo contém os cinco pilares que os consumidores procuram num smartphone Nokia: qualidade, simplicidade, durabilidade, design distintivo e humanidade. É um equipamento com Android “puro” e que conta com características de destaque, como lentes Zeiss, numa parceria estabelecida há cerca de um mês, que fez com que o Nokia 8 fosse o primeiro dispositivo da marca a contar com estas lentes, e que marca a reunião das duas marcas que trabalharam juntas em dispositivos da “antiga” Nokia.

O Nokia 8 apresenta-se com um design elegante e muito cuidado, tem uma espessura de 7,9 milímetros, tornando-o fácil de utilizar com apenas uma mão. Quando lhe pegámos, ficámos surpreendidos com o toque que sentimos nas mãos, além da agradável surpresa em relação ao peso. É um equipamento muito leve (160 gramas), mas que prende facilmente na mão. Não há aquele risco de o equipamento deslizar da mão.

O ecrã é um QHD de 5,3 polegadas e tem vidro Corning Gorilla Glass 5, para uma maior durabilidade. Aliás, a marca Nokia sempre foi conhecida pelos seus equipamentos resistentes, e isso foi algo que a HMD não quis perder. Portanto, caso tenhas o azar de deixar cair o equipamento ao chão, mesmo com o ecrã virado para baixo, a probabilidade de danificares o smartphone à séria é bastante reduzido. Além deste ecrã, o dispositivo é resistente à água, para alguma queda indesejada.

A experiência de ter o Android “puro” (vem com o Android Nougat 7.1.1), isto é, sem apps pré-instaladas pela fabricante (bloatware). Este é outro ponto positivo do novo topo de gama da Nokia. Na nossa experiência, todo o processo correu com total fluidez, sem qualquer tipo de solavanco. Para isto também ajuda o processador octa-core Qualcomm Snapdragon 835 e os 4GB de RAM.

Outra particularidade que o terminal pretende destacar é a tecnologia OZO Audio, usada por muitas produções em Hollywood. Basicamente, trata-se de um sistema que usa três microfones para capturar áudio com som espacial em 360 graus, o que, na prática, capta todos os sons exatamente de onde vêm, podendo ser reproduzido com esta ilusão realista. Não conseguimos testar esta tecnologia ao pormenor, pelo que a análise deste aspeto em particular ficará reservada para quando recebermos o equipamento para análise.

Já as câmaras com lentes Zeiss serão um dos pontos chave deste Nokia 8. Tendo como pano de fundo o Cais do Sodré, pudemos constatar a boa qualidade das câmaras, apresentando sempre uma imagem limpa. Tanto as lentes traseiras como a frontal são da responsabilidade da Zeiss e contêm 13MP. Ficámos também bastante agradados com os resultados da câmara frontal, que promete concorrer no título de melhor câmara frontal do mercado.

No entanto, o grande destaque aqui vai para a capacidade de usar a câmara frontal e traseira em simultâneo, cujo resultado final a Nokia gosta de chamar de #Bothies, uma adaptação das muito acarinhadas #selfies. O lema da Nokia é “menos selfies, mais bothies.” Esta capacidade de tirar fotografias com ambas as câmaras em simultâneo não é propriamente uma novidade, havendo aplicações como a Frontback para Android para esse efeito. Todavia,  destaque aqui vai para o facto de ser uma característica que vem incluída nativamente com o este smartphone, tirando partido das suas capacidades para produzir as melhores imagens possíveis.

Há ainda a capacidade de fazer vídeos 4K e até fazer streaming para o Facebook e Youtube com estes recursos. Esta novidade é algo que poderá tornar-se uma norma em dispositivos futuros e que demonstra ser extremamente relevante para nativos digitais e para a cultura das reações, dando a cara a quem está atrás da câmara.

nokia 8 echoboomer

O Nokia 8 não se apresenta apenas como o topo de gama desta nova Nokia que pretende concorrer diretamente com Samsung Galaxys, iPhones e Huaweis, mas também como uma afirmação da marca a dizer que está de volta. É um exemplo do que, em breve, poderemos ter em dispositivos de média e de baixa gama com a qualidade e humanidade que nos lembramos da Nokia. E mesmo sem saber o que nos reserva, não podíamos ficar mais contentes.

O Nokia 8, já se encontra à venda por 599€ nos locais habituais e na loja online da marca.

Segue-nos nas redes sociais no FacebookTwitter e Instagram.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,468FansCurti
4,047SeguidoresSeguir
532SeguidoresSeguir

Relacionados

Coliseu de Lisboa reabre portas a 13 de junho

E vai ter Pierre Aderne e os músicos da Rua das Pretas como convidados na inauguração.

VOA – Heavy Rock Festival já tem datas para 2021. Organização espera manter o mesmo cartaz

Aos poucos e poucos vamos sabendo como fica a situação de cada festival de verão.

Festival Afro Nation já tem datas para 2021

A organização vai permitir que os compradores possam revender os seus bilhetes numa plataforma oficial.

O MOCHE XL Esports 2020 foi cancelado

A organização revelou que o cancelamento se deve a questões de segurança.
- Publicidade -

Mais Recentes