Há uma nova etiqueta energética para lâmpadas

Entrou em vigor no primeiro dia de setembro.

- Publicidade -

Depois dos eletrodomésticos, dos televisores/monitores/ecrãs e dos frigoríficos e congeladores, chegou a vez de as fontes de luz (grupo que inclui lâmpadas e candeeiros com lâmpadas integradas) contarem com uma nova etiqueta energética.

A nova etiqueta entrou em vigor a 1 de setembro e vem trazer novidades no que à classificação diz respeito. À semelhança do que aconteceu anteriormente este ano, deixam de existir as classes A+ e A++, passando as lâmpadas e candeeiros com lâmpadas integradas a contar com uma escala mais simples de interpretar, que vai do A (mais eficiente) ao G (menos eficiente). 

etiqueta energética para lâmpadas

Nas etiquetas, os fabricantes deverão colocar um código QR, a partir do qual é possível aceder a informação técnica adicional, como por exemplo a cor da fonte de luz, a capacidade de atenuação e a vida útil expectável.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Proibição das lâmpadas de halogéneo em Portugal entra em vigor a 1 de setembro

1 de setembro de 2018 assinala uma mudança significativa para os lares portugueses com a transição a nível europeu...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Vão de viagem em breve? Acabaram-se os testes e quarentenas

Desde que tenham Certificado Covid-19 válido, claro.

Intermarché abre loja em Alter do Chão

Esta nova loja criou 29 novos postos de trabalho.

MyMcDonald’s. Nova experiência digital da app da marca promete ainda mais benefícios para os utilizadores

Passa a ser mais fácil acumular pontos e há sempre ofertas diferentes todos os meses, muitas delas exclusivas.