fbpx

Governo garante que vai distribuir máscaras no regresso às aulas

Uma medida que surge sem surpresas, uma vez que o mesmo foi feito durante o ano letivo que agora terminou.

máscaras de proteção
Imagem meramente ilustrativa

A garantia foi dada por Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação. “O Ministério da Educação vai providenciar essas másscaras e outros equipamentos de proteção individual para que [as escolas] estejam mais bem preparadas”, referiu o responsável durante a audição na comissão parlamentar de Educação, Ciência, Juventude e Desporto.

Recorde-se que o Ministério da Educação, durante o ano letivo que agora terminou, distribuiu material de proteção e de higienização pelas escolas que reabriram no 3º período para receber os alunos do 11.º e 12.º anos de escolaridade, que, neste caso, voltaram a ter aulas presenciais. Ou seja, basicamente estamos a falar de uma repetição de algo que já aconteceu no passado.

Para o próximo ano letivo, que começa entre 14 e 17 de setembro, está prevista uma verba de 125 milhões de euros para a contratação de docentes e funcionários. Para o regresso às aulas, está ainda previsto a aquisição de milhares de computadores no âmbito do projeto Escola Digital.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,780FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Centro Comercial Colombo e o NorteShopping já têm pop-up stores que vendem as famosas máscaras da MO

É a primeira máscara têxtil testada contra o SARS-CoV-2 pelo Instituto de Medicina Molecular.

Lidl vai lançar novas máscaras sociais reutilizáveis no final deste mês

São produzidas em Portugal e servem tanto para crianças como para adultos.

Mercadona já vende máscaras não reutilizáveis para crianças

A empresa acede, assim, aos imensos pedidos dos clientes.
- Publicidade -

Mais Recentes