fbpx

As melhores aplicações Android segundo o Google Play Awards 2018

Começa hoje o evento Google I/O, uma conferencia de programadores organizada pela Google que serve de palco para apresentação de produtos, projetos conceitos e, até, alguma festa.

Mas mesmo antes de começar, a Google apresentou os vencedores do Google Play Awards 2018, que nomeia e premeia algumas das melhores aplicações da loja Android em nove categorias diferentes, sejam jogos, aplicações de lazer ou de produtividade.

Na primeira categoria que nomeia aplicações de bem-estar, Standout Well-Being App, venceu Simple Habit Meditation, uma aplicação que, já no ano passado, ganhou também um prémio de melhor aplicação do Google play.

Com esta aplicação pretende-se melhorar o nosso bem-estar ao longo do dia com guias úteis de meditação para reduzir o stress, concentrar a nossa atenção, dormir melhor, entre outros.

Se tudo parece estranho e pode criar algum ceticismo, talvez o melhor seja mesmo experimentar, pois certamente que não está nesta lista por acaso.

Para aplicação de melhor experiência de acessibilidade, Best Accessibility Experience, temos Be My Eyes, que, como o nome indica, é uma moleta visual para quem tem problemas de visão e que afetam nas situações mais mundanas.

Be My Eyes destaca-se por ser uma aplicação comunitária, que permite que, através da própria app, outros utilizadores possam ajudar quem precisa. Através da câmara do nosso smartphone, podemos pedir a ajuda a voluntários do ouro lado do mundo para ajudar a distinguir produtos para consumo, ter a certeza a validade de um produto expirou, ajudar a identificar objetos na rua, cores, textos, traduções, entre outras coisas.

Basicamente podemos usar o nosso smartphone como os nossos olhos. O melhor de tudo é que toda a gente se pode candidatar a ser voluntário.

Nas aplicações de impacto social, Best Social Impact, podemos ter soluções de todo o tipo, mas com Khan Academy pretende-se educar.

Khan Academy é uma aplicação que funciona tanto online como offline e que pretende ensinar os utilizadores sobre Matemática, Ciências, Economia, História, entre outros temas, através de pequenas atividades lúdicas, desafios e, até, com alguma competitividade com amigos.

No fundo, é uma espécie de jogo de cultura geral em que o prémio é o conhecimento. É visualmente agradável, organizado e apelativo de se usar e pode até ser uma forma bem interessante de incutir os mais novos a fazer os trabalhos de casa.

Com o Standout Indie encontramos o nosso primeiro videojogo desta lista. Um jogo que se destaca pelo design artístico, mecânicas de jogabilidade interessantes e um nível de qualidade acima da média.

Old Man’s Journey foi o título escolhido, um jogo de estrutura narrativa, repleto de puzzles e quebra-cabeças, que se destaca pelo seu aspeto trabalhado que parece pertencer a um filme de animação independente e pela jornada emocional do nosso personagem idoso, que vai viajar por locais conhecidos e recordar memórias de uma outra vida.

Na categoria de Best Community Building Game, ou jogos que encorajam a interação social e, eventualmente, à construção de uma comunidade, temos Episode.

Meio jogo, meio visual novel, Episode é uma espécie de “choose your own adventure” com diferentes histórias e temas que parecem saídos de uma novela. Mas com algo tão pessoal, como é que surge aqui a componente social? Através da partilha das diferentes histórias e escolhas feitas ao longo dos diversos eventos lançados de tempos em tempos.

Nas aplicações que transcendem dimensões temos a categoria de Best AR or VR Experience, com BBC Earth: Life in VR a levar o selo de destaque.

Nesta experiência imersiva, trocamos os planos e cinematografia do documentário da BBC por visuais gráficos cartoonescos numa viagem ao mundo da natureza. Podemos visitar recriações de alguns dos locais mais exóticos do mundo e observar como vivem alguns dos animais mais interessantes do planeta, sejam pequenos como um micróbio ou grandes como uma girafa.

A realidade virtual não tem limites e esta aplicação parece tirar partido do melhor que a tecnologia tem para oferecer, dando-nos uma experiência única, imersiva e educativa.

Flipkart é uma aplicação dedicada ao comércio que aparece destacada dentro da categoria de aplicações Build for Billions Experience.

A ideia do Flipkart é de ser um portal de fácil acesso para ir às compras sem sair do sofá. No fundo, é uma espécie de Amazon/Ebay, mas com foco em mercados mais emergentes. Nesta aplicação podemos encontrar desde eletrodomésticos a mobiliário, passando por roupa e gadgets. Há de tudo, há descontos e ofertas especiais. E pelos vistos recomenda-se.

Volta e meia surge uma aplicação que é o próximo grande fenómeno, e as duas próximas aplicações foram destacadas como tal.

Na categoria de Standout Startup temos a Canva, a aplicação dirigida a designers e curiosos, que permite facilitar a criação de grafismos através de uma extensa biblioteca de elementos que podem ser usados para trabalho ou brincadeiras. E tudo isto sem o auxílio de softwares mais complicados e caros.

Mas, segundo a Google, o grande êxito do ano, Best Breakthrought Hit, é Empires and Puzzles.

Define-se como um RPG com elementos de tower-defense e uma jogabilidade ao estilo de Candy Crush. Parece ser uma remistura de ideias e conceitos de sucesso que funcionam em uníssono num jogo viciante, divertido e envolvente.

Para ficarem a conhecer os restantes nomeados dos Google Play Awards, basta espreitarem a lista em baixo:

Best Breakthrough Hit

Standout Startup

Best Community Building Game

Best AR or VR Experience

Standout Indie

Standout Well-Being App

Best Accessibility Experience

Best Social Impact

Standout Build for Billions Experience


 

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,787FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
630SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

O Facebook vai fazer frente ao Twitch com uma nova app de streaming

A nova aplicação já está disponível para dispositivos android.

Nier Reincarnation mostra como a série vai chegar aos smartphones

O pequeno vídeo apresenta os visuais e a música deste novo jogo.

Forza Street acelera no iOS e Android em maio

Atualmente disponível nos dispositivos Windows 10, Forza Street é um jogo inspirado em jogos de corridas de drag racing, com condução autónoma, onde a precisão e o timing de ações são a chave do sucesso.

The Witcher chega ao Android com GWENT

O popular jogo de cartas inspirado nas aventuras virtuais de Geralt em The Witcher 3, da CD Projekt RED, prepara-se para chegar aos smartphones Android.
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – Razer BlackShark V2 Pro

Ouve como e onde quiseres, com a melhor qualidade.

Free Now acaba de chegar a Coimbra, Aveiro e Figueira da Foz

Quer isto dizer que já é possível viajar pelo centro do país com recurso aos serviços desta empresa.