fbpx

Google fica com parte do negócio da HTC por 1,1 mil milhões de dólares

Muito se especulou, muitos foram os rumores. Agora confirma-se. A Google vai mesmo avançar para a compra de uma parte da HTC, tornando-se, desta forma, acionista maioritária da fabricante de Taiwan, que desde há algum tempo vem passando por um período conturbado nesta área do mercado. O negócio deverá rondar os 1,1 mil milhões de dólares.

O acordo entre as marcas foi assinado esta manhã, o que também revela a continua aposta da gigante mundial no segmento do hardware. Neste caso, com a aquisição da HTC, a Google poderá almejar mais mercado na área das comunicações móveis, assistentes de voz e realidade virtual/aumentada.

Este acordo, refere a tecnológica de Mountain View, inclui ainda uma licença não exclusiva para a propriedade intelectual da tecnológica de Taiwan, além de implicar a contratação de novos colaboradores para as áreas de desenvolvimento e design. Para já, segundo o que disse o diretor financeiro da HTC, Peter Shen, 2 mil dos 4 mil funcionários continuarão na empresa. Ou seja, passam 2 mil colaboradores para a Google, que já estavam a trabalhar no desenvolvimento dos smartphones Pixel.

Mas isto não implica o desaparecimento da HTC do mercado de smartphones. A Google fica com uma parte da empresa, sim, e 2 mil funcionários, mas a marca de Taiwan vai continuar a desenvolver o seu negócio, encontrando-se a preparar novos equipamentos móveis. Porém, vai ter muito que batalhar. A marca taiwanesa chegou a atingir uma quota de mercado na ordem dos 9%. Hoje em dia, esse valor é de apenas 1%, fruto da imensa concorrência que surgiu nos últimos anos.

Já o segmento dos HTC Vive continuam com a empresa original, pelo que a aposta é para continuar.

De resto, é caso para dizer que a Google não é novata na aquisição de empresas do género. Recorde-se que, há 6 anos, a Google investiu 12,5 mil milhões de dólares na Motorola, para depois a vender, dois anos depois, à Lenovo, por 2,9 mil milhões de dólares. Foi uma aquisição desastrosa, pelo que esta nova aquisição será um desafio interessante.

Ainda sobre a empresa de Mountain View, está programado para dia 4 de outubro um evento de apresentação dos novos smartphones Pixel, sendo que um deles, o Pixel 2, foi fabricado pela HTC.

Segue-nos nas redes sociais no Facebook, Twitter e Instagram.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,788FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
630SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Vivo X50 Pro e X50 Pro+ são os primeiros smartphones com um sistema de câmara gimbal

Na prática, significa que deverão oferecer uma estabilização sem precedentes no que toca à captura de fotos e vídeos.

Samsung Galaxy Z Flip. Afinal, como é ter um smartphone que se dobra em concha?

Durante estes dias, tive oportunidade de usar e abusar do mais recente dobrável da Samsung. Mas será este um smartphone para todos?

OPPO A91 já está disponível em Portugal

À venda nas principais lojas por 359€.
- Publicidade -

Mais Recentes