Google anuncia Stadia, uma nova plataforma de streaming de videojogos

por Echo Boomer

Já há algum tempo que a Google prometia entrar na indústria dos videojogos através de uma plataforma de streaming. Hoje foi o dia desse anúncio, que aconteceu com uma conferência dedicada na Game Developers Conference.

Google Stadia é o nome da nova plataforma, com promessas muito interessantes não só para os produtores, mas, acima de tudo, com foco nos consumidores.

A promessa do Google Stadia começa com algo bem simples: podermos jogar os nossos jogos favoritos em qualquer lugar, seja num computador, num smartphone, num tablet ou até numa TV. Basta depois utilizar o browser Chrome, uma aplicação ou um simples Chromecast.

Durante o evento, a Google fez uma simples demonstração onde era possível ver Assassin’s Creed Odyssey a correr em diferentes plataformas continuamente, à medida que se ia mudando de equipamento.

Assim, o Stadia promete ser uma espécie de YouTube dos videojogos, uma vez que podemos aceder ao seu conteúdo em qualquer lado.

A promessa deste serviço vai mais longe e destaca-se pela sua qualidade. No final de 2018, a Google testou o conceito deste serviço com o Google Stream, onde convidou jogadores de todo o mundo a experimentarem Assassin’s Creed Odyssey via Google Chrome. Na altura, o feedback foi bastante positivo, mesmo limitado a uma resolução 1080p a 30fps. Mas para o Stadia, a promessa é de uma experiência 4K com 60fps, HDR e som Surround.

Um dos jogos confirmados em palco para tirar o máximo de partido desta tecnologia foi DOOM Eternal, da iD Software, que será lançado no serviço a 4K e 60fps.

Mas mais ambiciosa é a forma como nós, utilizadores, vamos poder jogar os títulos do futuro. Muito resumidamente, será através de um clique. Segundo a Google, é possível estarmos a ver um vídeo de YouTube de um jogo, e, clicando num botão desse mesmo vídeo, estarmos a jogá-lo passados apenas cinco segundos. Sem loadings ou descarregamentos de dados.

Outra funcionalidade que poderá ser usada é a capacidade de podermos jogar com youtubers e criadores de conteúdo de forma imediata através de um botão semelhante, entrando diretamente nas sessões de jogo dos nossos ídolos.

Além do serviço, a Google anunciou ainda uma peça de hardware e não foi nenhuma consola, mas apenas um comando.

Apesar do Stadia ser compatível com outros comandos e controlos, a Google terá um comando dedicado para esta plataforma com funções e botões únicos para determinadas ações, como um botão de captura de imagens e clipes e outro dedicado ao Google Assistant, onde será possível até pedir ajuda ao Google para passar um obstáculo.

Segundo a Google, este serviço promete ser a plataforma de streaming mais avançada do momento, com cada utilizador ligado diretamente a uma máquina com quase o dobro da potência das consolas caseiras atuais, com cerca de 10 teraflops, comparados com os 6 da Xbox One X e dos 4.12 da PlayStation 4 Pro.

Infelizmente, o Google Stadia parece estar um pouco longe e é impossível, para já, ter a certeza de como funciona ou do quão boa será a qualidade de imagem, visto que vamos estar literalmente a jogar um vídeo.

A Google não revelou preços dos seus jogos ou qual o modelo de negócio a adotar, como por exemplo uma mensalidade à la Netflix, mas anunciou que o Google Stadia vai chegar ainda este ano a vários territórios, não se sabendo se Portugal será um deles.

Deixar uma resposta

Também pode interessar

O Echo Boomer utiliza cookies para dar a melhor experiência possível aos nossos leitores. Aceitar Ler mais

%d bloggers like this: