Glovo passa a entregar medicamentos da Wells em casa

Foi na passada sexta-feira, dia 20 de março, que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, assinou o decreto do governo que regulamenta o estado de emergência em Portugal. E isto quer dizer que, apesar de não existir uma quarentena obrigatória, as pessoas devem apenas e somente sair de casa para o estritamente necessário, como comprar comida ou medicamentos. Agora, a Glovo vem dar uma ajuda para este último caso.

É desde a passada sexta-feira que é possível pedir aos estafetas da Glovo que passem numa Wells, que faz parte do Grupo Sonae, e recolham medicamentos não sujeitos a receita médica. Esta é uma opção especialmente útil para quem faz parte de grupos de riscos, como idosos e grávidas.

Wells

E há outra boa novidade: na Glovo, a taxa de entrega é inteiramente grátis para encomendas superiores a 6€ até ao dia 9 de abril. No entanto, caso a vosso pedido seja de valor inferior, também pagam somente uma taxa de 1€.

Recorde-se que a Glovo opera em Lisboa, Porto, Braga, Vila Real, Guimarães, Póvoa do Varzim, Aveiro, Coimbra, Covilhã, Viseu, Leiria, Torres Vedras, Barreiro, Almada, Setúbal, Évora, Faro, Funchal e Ponta Delgada.

Durante estes dias, a assinatura no dispositivo do estafeta passa a ser desnecessária. Podem ainda pedir para que o estafeta deixe o pedido à porta de vossa casa.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

10,843FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
632SeguidoresSeguir

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

ANACOM lança plataforma que permite saber onde existe melhor cobertura de rede móvel

Chama-se tem.REDE? e é uma iniciativa incluída no programa SIMPLEX.

Digimon Survive foi adiado para 2021

E não é a primeira vez que o futuro RPG é adiado.