Glovo investe 50 milhões de euros este ano em Portugal

- Publicidade -

São mais 10 milhões do que em 2022.

No ano passado, em entrevista, Joaquín Vázquez, diretor-geral da Glovo, referia que, ainda em 2022, iria ser possível efetuar pagamentos via MB Way. Mas infelizmente essa promessa não foi cumprida, pelo que aguardamos ainda pela implementação da funcionalidade no decorrer de 2023.

E por falar em 2023, a Glovo prevê investir 50 milhões de euros este ano em Portugal, um acréscimo de 10 milhões face ao ano anterior. Tal decisão deve-se aos bons resultados alcançados em 2022, nomeadamente uma faturação de 200 milhões de euros, que se traduziu num aumento entre 30 a 40% do volume de negócios face a 2021.

“Os resultados registados em 2022 demonstram bem o compromisso da Glovo para com o mercado português. Este é o segundo ano consecutivo onde efetuamos um fortíssimo investimento. E com resultados visíveis, como se verifica na faturação de 200 milhões de euros registada no último ano”, disse Joaquín Vázquez em comunicado de imprensa.

“Este investimento pretende tornar a aplicação da Glovo o mais acessível possível para os utilizadores, com taxas de entrega baixas e uma maior aposta no Glovo Prime e desta forma, pretende-se consolidar a presença da marca e manter a dinâmica de crescimento, sempre em estreita colaboração com as entidades parceiras”, refere a empresa.

Na mesma nota, pode ler-se que as encomendas de produtos tecnológicos aumentaram 230% em 2022, ao passo que o Glovo Express cresceu 150%. Também é de destacar um aumento de 95% nas encomendas de produtos de saúde e beleza.

E com um investimento forte, vem também uma maior cobertura do território nacional. Para este ano, a Glovo pretende entrar em mais cinco cidades, passando das atuais 132 localidades para 137.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes