Ginout é o primeiro e único gin do Mundo a ser envelhecido por dentro e por fora. E é português

Chega-nos por parte da startup nacional Up Craft Spirits.

Ginout
- Publicidade -

Os portugueses sabem como fazer bebidas com álcool, isso é inegável. Depois de, recentemente, termos falado do Gin Tinto Red Premium, o primeiro gin tinto do mundo e que, curiosamente, é português, eis que nos chega uma nova criação da startup nacional Up Craft Spirits: o primeiro e único gin do Mundo envelhecido por dentro e por fora.

Chama-se Ginout e nasce de uma parceria entre o destilador britânico Barney Wilczak e a cake designer Cátia Mesquita. Expressivo e equilibrado, este gin foi feito com recurso a técnicas inovadoras que envelhecem por dentro de tradicionais barricas de vinho do Porto – G(in) e por fora (out) – de cortiça com uma vasta seleção de botânicos. É a primeira vez que a cortiça é deliberadamente utilizada como botânico para envelhecer um destilado, utilizando todo o potencial desta maravilha da natureza para enriquecer um gin complexo.

“Aqui, as notas altas das agulhas de coníferas evocam o sol que tocou a copa da floresta. O envelhecimento com cortiça, tostada a diferentes temperaturas para destacar diferentes elementos desta árvore vitalmente importante, traz notas de fumo, baunilha, madeira aquecida ao sol e coco. As flores de peônia que crescem selvagens em Portugal cantam as suas notas florais de uma forma intensa e delicada. O azeite proveniente da terra da Cátia, no Algarve, traz elementos herbáceos subjacentes e, além disso, uma sequência de camadas texturizadas”, refere Barney Wilczak em comunicado.

Já Cátia completa essa afirmação, dizendo que a “influência dos Portos tawny traz notas outonais, ricas e repletas de bagas selvagens. E no chão da floresta encontramos as folhas de figo doces, ricas em cacau e húmus. E a nossa Flor de Sal, com a sua própria denominação de origem única no Algarve, traz uma mineralidade que faz o todo resplandecer”.

E como se tudo isto não bastasse, os responsáveis tiveram ainda em consideração o impacto ambiental. Assim, para este Ginout, foi utilizado alambique de cobre que é alimentado exclusivamente por energia de origem sustentável, ao passo que as etiquetas são impressas em papel neutro em carbono e aplicadas à mão. Também as rolhas têm um papel importante, uma vez que são de cortiça natural. Já o engarrafamento é manual, sem filtragem a frio.

Com 50cl e um teor alcóolico de 46%, o Ginout pode ser adquirido online por 38€ ou no supermercado Mira Ramos, em Arcozelo (Vila Nova de Gaia).

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Chegou o primeiro gin de flor de cânhamo português

A par do gin, a marca O Benefício lança também os seus primeiros NFTs numa peça visual musical de 700 segundos.

RGP GIN. Novo gin português está quase a chegar ao mercado

Foi destilado a partir das mais aromáticas ervas das terras lusitanas e definido com um teor alcoólico de 37,5%.

Ceder’s. Conheçam o gin que não tem álcool

Alguma vez quiseram provar um gin, mas sem teor alcoólico? Pois bem, chegou ao mercado português a Ceder's, uma...

Novo Real Gin Rouge é feito com frutos da região de Setúbal

Depois do Real Gin Clássico, criado com citrinos (nomeadamente a famosa laranja) da península de Setúbal, e do Real...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

LENNA. Nova marca aposta em sapatos vegan, sustentáveis e feitos em Portugal

Na verdade, trata-se de uma fusão entre alpercatas e ténis. E é bem provável que tenhamos aqui a sensação do verão.