fbpx

GIGS at WORK leva concertos ao local de trabalho

Gostavam de assistir a espetáculos de música ao vivo, mas sem terem que sair do local de trabalho? Chegou a solução. Chama-se GIGS at WORK e é um projeto que visa aproximar a cultura daqueles que têm menos tempo para a consumir.

Este projeto, criado por quatro colegas, dá, assim, um novo valor à cultura, ao mesmo tempo que aproxima público de artistas independentes.

A primeira edição do GIGS at WORK acontece hoje no LACS – Communitivity of Creators, no Cais da Rocha do Conde de Óbidos, um edifício dedicado às indústrias criativas onde têm sede várias empresas e empreendedores. Neste caso, o GIGS at WORK não só oferece uma agenda cultural, com dois concertos por mês, como acaba por promover momentos de networking entre os inquilinos do espaço e convidados de outras empresas.

Os Light Gun Fire, um dos mais recentes protótipos musicais portugueses, que combina sonoridades como o funk, o soul, o disco e o r&b, num estilo eletronic-pop, sobem hoje palco do LACS – Communitivity of Creators, às 18h.



Além dos colaboradores do local em que se realizam, os concertos estão, também, abertos a convidados externos, podendo ainda ser acompanhados via live streaming, no site oficial da iniciativa.

Já no próximo dia 27 de fevereiro é a vez dos Whales – vencedores do festival Termómetro 2015 – mostrarem do que são feitos, depois de um álbum editado (2018), concertos em palcos nacionais e internacionais e uma nomeação aos Berlin Music Video Awards.

Para os próximos meses, este é a agenda.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,779FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
628SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Festicket Live é a nova plataforma para live streaming de concertos

O objetivo da Festicket Live é claro: juntar fãs e artistas em bons momentos, mas para que também estes últimos possam ser remunerados.

Concertos de Bill Callahan em Portugal foram cancelados

Eram três espetáculos que ficaram agora sem efeito.

Concertos Drive-in em Portugal? Sim. O primeiro acontece já esta semana

É uma realidade que começa a ganhar alguma forma na Europa, pelo que Portugal também teria de testar este formato.

Está decidido. Não há festivais de música até final de setembro

NOS Alive, Super Bock Super Rock, MEO Sudoeste, Paredes de Coura, Vilar de Mouros, entre outros. Nenhum deles irá realizar-se nas datas originalmente previstas.
- Publicidade -

Mais Recentes