Garçom. Restaurantes têm um novo empregado de mesa digital

- Publicidade -

A ideia surgiu por parte da Duzentos, uma nova agência de comunicação, e a Pentool, prestadora de serviços de outsourcing para agências de comunicação.

Garçom

Já falámos dos menus digitais, bem como de uma app para fazer pedidos nos restaurantes. Logo, só faltava darmos destaque a um empregado de mesa digital. E existe mesmo.

Chama-se Garçom e permite que os restaurantes utilizem um sistema que transmita aos clientes uma maior segurança. Ao mesmo tempo, foi pensado para otimizar o trabalho dos funcionários desde a cozinha ao serviço de mesa.

A ideia, que surgiu por parte da Duzentos, uma nova agência de comunicação, e a Pentool, prestadora de serviços de outsourcing para agências de comunicação, está assente numa plataforma cujo funcionamento é simples e intuitivo, resumindo-se a somente três passos: escolher, pedir e pagar.

Primeiro que tudo, há um QR Code. O cliente, através do seu smartphone, lê esse código e, logo de seguida, terá no ecrã do seu equipamento a ementa do restaurante. Basta depois selecionar os pratos pretendidos e, no final de tudo, pagar com MB Way.

A vantagem do Garçom é que, além de evitar contacto físico, proporcionará uma experiência mais livre de enganos, atrasos ou perdas de pedidos. Porém, e como seria de esperar, o cliente pode sempre pedir ajuda de um funcionário em caso de alguma dúvida.

Os restaurantes/quiosques terão o garçom “com a sua farda” e podem optar por ter também serviço de Take Away ou reserva de refeição no espaço para aqueles almoços entre reuniões que têm de ser rápidos, através do Garçom.

O Garçom foi testado em vários restaurantes de Lisboa, como a Leitaria Gourmet e Hamburg. Agora, em fase de lançamento, pode ser replicado em qualquer restaurante de Portugal.

Em breve, a equipa responsável pelo desenvolvimento da aplicação promete suporte ao Apple Pay, bem como integração com sistemas de faturação.

- Publicidade -

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes