fbpx

Game of Thrones, The Walking Dead e Arrow são as séries mais utilizadas para distribuir malware

E nem é algo que nos choque muito, até porque, hoje em dia, as séries são uma das formas de entretenimento mais populares e universais do mundo. E com o aumento dos torrents, streaming online e outros métodos de distribuição digital, acabam por sofrer violações de direitos de autor.

São muito os locais onde as séries podem ser consumidas ilegalmente. E ao contrário dos recursos legítimos, os torrents e os arquivos neles hospedados podem conter um arquivo que parece ser um episódio de uma série, mas que é, na verdade, um malware com um nome semelhante e que tem como objetivo de atacar o utilizador.

A pensar nesta problemática, os investigadores da Kaspersky Lab foram examinar esses arquivos maliciosos no período entre 2017 e 2018.



No topo da lista está Game of Thrones. Em 2018, a série foi responsável por 17% de todo o conteúdo malicioso pirateado, com 20.934 pessoas atacadas, seguida de The Walking Dead, com 18.794, e Arrow, com 12.163. Isso ocorreu mesmo considerando que, em 2018, não foi lançado nenhum episódio novo de Game of Thrones, enquanto as outras séries do ranking tiveram campanhas promocionais agressivas.

Em todos os casos observados, os hackers usam os primeiros e os últimos episódios de cada temporada, sendo que o episódio de estreia – “The winter is coming” da primeira temporada de Game of Thrones, por exemplo, foi o mais usado para disseminar os ataques.

Para evitarem ser vítimas de programas maliciosos disfarçados de séries, a Kaspersky Lab recomenda algumas medidas.

  • Utilizar serviços legítimos de reputação comprovada para produzir e distribuir conteúdo televisivo;
  • Prestar atenção à extensão do arquivo do qual se fez download. Mesmo os episódios de séries de TV de uma fonte que, à partida, se considera de confiança e legítima, devem ter a extensão .avi, .mkv ou mp4. Só não pode ser um .exe (arquivo executável);
  • Prestar mais atenção à autenticidade dos sites. Aceder apenas a sites que permitam assistir séries de TV quando houver a certeza de que são legítimos e que o link começa com ‘https’. Antes de se iniciar o download, verificar se o site é fidedigno, conferindo o formato do URL e a ortografia do nome da empresa;
  • Não clicar em links suspeitos, como aqueles que prometem a visualização antecipada de um novo episódio. Verificar e acompanhar a programação da série.
  • Utilizar soluções de segurança confiáveis, como o Kaspersky Security Cloud, para ter uma proteção abrangente contra diversas ameaças.
- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,781FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Novas temporadas e séries da CW já só estreiam em 2021

Más notícias se acompanham séries como The Flash, Supergirl ou Batwoman.

Servant, Little America, Dickinson e outras séries da Apple TV+ estão disponíveis gratuitamente por tempo limitado

A medida começou por ser implementada nos Estados Unidos, mas ficou entretanto disponível para o resto do mundo. Quer isto dizer que podem ver umas quantas séries originais da Apple, através da Apple TV+, sem terem de pagar um cêntimo.

Que séries e filmes ver durante estes dias de quarentena?

Apesar de o Governo português não ter decretado ainda quarentena obrigatória (somente para quem vem do estrangeiro), a verdade é que muitos portugueses optaram por isolar-se em casa, saindo apenas para o estritamente necessário, de modo a conter a propagação da COVID-19.
- Publicidade -

Mais Recentes

“Compra um, recebe outro grátis” é a nova campanha da Ryanair

A decorrer até às 23h59 de hoje, 24 de setembro, a companhia aérea irlandesa promove assim a sua primeira oferta 2 por 1 de sempre.

HP apresenta o portátil de 15″ mais pequeno do mundo para criação e gaming

O Zbook Create foi apenas uma das novidades apresentadas esta tarde pela conhecida marca tecnológica.