Nova série Huawei Mate 30 oficialmente apresentada. Mas quando chega ao mercado?

Pois, isso é algo que Richard Yu, CEO do Huawei Consumer Business Group, não revelou nos minutos finais do evento que aconteceu esta quinta-feira, dia 19 de setembro, em Munique, na Alemanha. Uma coisa é certa: para já, não há serviços da Google pré-instalados nos novos Huawei Mate 30. Mas isso não deverá impedir que uns quantos interessados adquiram, assim que possível, um novo dispositivo desta gama.

Ao todo, foram apresentados cinco dispositivos desta gama: Mate 30, Mate 30 Pro, Mate 30 5G, Mate 30 Pro 5G e Mate 30 Porsche Design. Depois foram apresentados um smartwatch e um relógio. Mas já lá vamos.

Equipados com o novíssimo processador Kirin 990 – o primeiro a integrar unidades de processamento e um modem 5G no mesmo chip usando o processo 7nm + EUV -, os novos Huawei Mate 30 contam com um ecrã que parece incrível: OLED HUAWEI Horizon Display, ao que costumam chamar “ecrã cascata”. Na prática, as margens são praticamente inexistentes (mesmo), sendo que toda a parte frontal dos novos smartphones é praticamente e apenas ecrã (sem contarmos com o notch e os seus variados sensores, claro).

Ainda nos ecrãs, temos ecrãs de 6,62 (Mate 30) e 6,53 polegadas (Mate 30 Pro), com resolução FHD+ de 2340×1080 e FHD+ de 2400×1176 pixéis.

Uma das novidades agora confirmadas a nível de design é a ausência de um botão de aumentar/diminuir volume, sendo que o único botão fisíco agora existente é o de ligar/desligar equipamento. Então como é que fazemos? Através de um toque lateral que personaliza teclas virtuais invisíveis para esse efeito. Acreditamos que confuso não deva ser.

A outra novidade está nas câmaras traseiras, que, aqui, surgem com um design de anel rodeado por um “halo” metálico. Temos, no modelo Mate 30 Pro, a chamada SuperSensing Cine Camera, onde constam quatro sensores: câmara Cine de 40MP, a câmara SuperSensing de 40MP, uma câmara telefoto de 8MP e uma câmara com deteção de profundidade 3D.

Aqui há coisas por dizer. Por exemplo, a câmara SuperSensing Cine é um sistema de câmara dupla, capaz de fotos incríveis. Pelo menos, a apresentação fez questão de picar sempre os rivais.

A Câmara Cine possui um grande sensor de 1/1.54 de polegada com um ISO de vídeo máximo de 51200 para capturar vídeos com uma faixa dinâmica estendida a 4K/60fps, além de uma ultra câmara lenta com gravação a 7680 fps. Sim, leram bem.

Já o o segundo sistema de câmara dupla é uma câmara HUAWEI SuperSensing de 1/1.7 polegadas que atrai 40% mais luz no que toca aos resultados da concorrência. Em relação à câmara telefoto, oferece um zoom de 3x, zoom híbrido de 5x e zoom digital de até 30x (sim, não tem as mesmas capacidades que o P30 Pro).

Na frente, onde está localizado o notch e uma série de sensores, está uma câmara de 32MP com abertura de f/2.0, que esperamos que não desiluda.

Já na versão Mate 30 temos três sensores na traseira – 40MP SuperSensing Camera, ultra grande angular de 16MP e uma telefoto de 8MP. Na frente, uma de 24MP.

No que toca à RAM e armazenamento, temos 8GB de RAM e 128GB de memória interna expansíveis via cartão NM SD card até 256GB, isto no modelo Mate 30. Na versão Mate 30 Pro, apenas difere a memória interna, que passa logo para os 256GB, igualmente expansíveis.

No que toca à bateria, 4200mAh no Mate 30 e 4500mAh. Os smartphones suportam carregamento rápido de 40W com o carregador convencional, existindo ainda o Wireless HUAWEI SuperCharge de 27W (vendido em separado), que carrega sem fios. E sim, também trazem carregamento sem fios reverso, sendo agora três vezes mais rápido que na série P30.

blank

Outra curiosidade está relacionada com a saída de áudio para as chamadas. Pode-se dizer que foi adaptada, estando alojada sob o ecrã, numa tecnologia que é conhecida como Screen Sound Technology. Na prática, temos som de alta qualidade através do ecrã.

Infelizmente, não há aqui a entrada típica de 3,5mm áudio, mas há certificação IP68.

Parece ótimo, mas e em relação aos serviços da Google?

Bom, começar por dizer que os novos Mate 30 trazem o Android 10 Open Source instalado, com a skin da EMUI 10 aplicada por parte da Huawei, que trouxe funcionalidades como um ecrã always on, um dark mode aprimorado e novos sensores, entre outras novidades.

Mas não havendo os Google Mobile Services, devido ao tal bloqueio comercial imposto por Trump à marca hinesa, a tecnológica não teve outra solução senão apresentar os novos equipamentos, mas sem a Google Play e, consequentemente, as apps Google.

A solução? Aceder via browser ou fazer download de APKs noutras lojas que alojem esses ficheiros. Depois é utilizar como todos bem sabemos.

Sabe-se que a Huawei está a investir mil milhões de dólares no serviço de aplicações Huawei Mobile Services (HMS). Nestes serviços está a Huawei appGallery, que surge como alternativa à Play Store da Google, e que já conta com 45 mil aplicações. Porém, como ainda está em desenvolvimento, é algo que vai afetar o lançamento: espera-se que os novos equipamentos cheguem ao mercado ainda em 2019. Não se sabe é quando.

No que toca ao HarmonyOS, o próprio sistema operativo da Huawei, apenas se sabe que o desenvolvimento continua em andamento.

E preços dos Mate 30?

Ao que tudo indica, 799€ para o Mate 30 e 1099€ para o Mate 30 Pro. A versão Mate 30 Pro 5G custará 1199€, enquanto que a versão especial Porsche Design custa uns pouco apetecíveis 2.095€.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,451FansCurti
4,041SeguidoresSeguir
529SeguidoresSeguir

Relacionados

OPPO A91 já está disponível em Portugal

À venda nas principais lojas por 359€.

O complemento de telemóvel do Windows 10 agora controla música

Se são daqueles que preferem usar o smartphone como leitor de música quando estão no PC, vem aí uma nova função para a aplicação Your Phone (O seu Telemóvel).

OPPO A9 é o primeiro smartphone da marca a chegar oficialmente a Portugal

Este é um smartphone de média gama, mas que conta com boas características para o preço que apresenta.
- Publicidade -

Mais Recentes

Conhece as personagens de Terra Nova, a nova série da RTP

Está quase aí a estreia de mais uma produção original da RTP. Terra Nova é exibida na estação pública no dia 3 de junho, às 21h30.

Outriders recebe o primeiro vídeo de desenvolvimento dedicado à jogabilidade

Conhece o novo mundo negro de sci-fi no primeiro episódio de segmentos de produção de Outriders.