Fundação Vodafone adaptou app Praia em Directo devido à COVID-19

O Programa Praia Saudável tem como objetivo contribuir para o aumento da segurança nas praias e para a defesa e melhoria da qualidade do seu ambiente, assim como das acessibilidades.

Praia em Directo
- Publicidade -

Contando já com 16 anos ao serviço das praias e com um investimento anual de cerca de um milhão de euros, o Programa Praia Saudável, resultante de um protocolo de cooperação assinado entre a Fundação Vodafone Portugal, a Autoridade Marítima Nacional, a Associação Portuguesa do Ambiente, o Instituto Nacional para a Reabilitação e a Associação Bandeira Azul da Europa, é adaptado este verão para responder aos desafios provocados pela Covid-19.

Para uma maior sensibilização das pessoas sobre as regras a cumprir no âmbito do estado que se vive atualmente, a Fundação Vodafone desenvolveu uma campanha nas praias de norte a sul de Portugal intitulada A Segurança é a sua Praia, a qual contou com a colaboração de várias Entidades e teve uma enorme adesão por parte do público.

Paralelamente, a app Praia em Directo, aplicação móvel gratuita que garante a disponibilização em tempo real de informação sobre as praias, foi adaptada, tendo sido introduzidas novas funcionalidades que se revestem de especial importância na atual conjuntura. A app disponibiliza o Índice de Ocupação da Praia (disponível em cerca de 80 praias) e o Índice de Afluência ao Areal e Área Envolvente (disponível em mais de 190 praias).

O Programa Praia Saudável tem como objetivo contribuir para o aumento da segurança nas praias, para a defesa e melhoria da qualidade do seu ambiente, assim como das acessibilidades. Abrange atualmente mais de 200 zonas balneares marítimas e fluviais, atuando em quatro vertentes distintas: segurança, acessibilidade, ambiente e sensibilização.

- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

Testes rápidos à COVID-19 voltam a ser gratuitos a partir de 19 de novembro

Isto numa altura em que os casos têm estado a aumentar.

Deve-se ou não vacinar os jovens entre os 12 e os 15 anos contra a COVID-19?

Na ótica da Direção-Geral de Saúde, só é recomendável que se vacinem os jovens se eles tiverem comorbilidades associadas, que possam conduzir a uma doença grave ou à morte.

Centro Colombo faz testes gratuitos à COVID-19

O processo está a ser coordenado pelos profissionais de saúde da Farmácia Colombo, que comunica todos os resultados às autoridades competentes.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Croissant da Vila tem um versão de Natal do seu croissant gigante

Dizem que é uma "delícia que irá tornar o centro da mesa absolutamente irresistível".

KFC abre novo restaurante em Gaia

E fora de um centro comercial.