Astória – Nova carta com sabores e texturas nacionais

por Telmo Pinto

Foi na passada quarta-feira, dia 6 de fevereiro, que o restaurante Astória recebeu o almoço de apresentação do chef Paulo Leite.

O restaurante inserido no Hotel InterContinental – Palácio das Cardosas começou 2019 com imensas novidades na sua carta de inverno, inspirada no conceito de “Modern Portuguese Cuisine“. O responsável por esta lufada de ar fresco na cozinha do Astória é nada mais, nada menos, do que o chef Paulo Leite, que abraçou este projeto em dezembro de 2018 após passagens por espaços de renome como o restaurante Eleven Rio – liderou a cozinha até regressar a Portugal -, onde, de resto, recebeu uma estrela no Guia Michelin do Rio de Janeiro e São Paulo, durante dois anos consecutivos, em 2016 e 2017.

Após uma excelente receção e bem antes do início do almoço, somos brindados com dois cocktails bem distintos. O primeiro bastante mais fresco com sumo de limão, gin, vinho do Porto branco e hortelã. Por outro lado, o segundo, de seu nome “Amarguinha”, é uma bebida mais quente e que contém licor de amêndoa amarga , café expresso, raspas de amêndoa torrada e grãos de café. De salientar a importância do trabalho elaborado pelo mixologista João Moreira ao criar uma vasta lista de cocktails ideais para esta época do ano e que impulsionam, sem dúvida, toda a experiência do Astória.

Ainda nos cocktails há sugestões como o “Hot Bruleé”, composto por avelã, amêndoa amarga, limão, mel e Tennessee whisky; “Smothie Mavem” elaborado a partir da tradicional aguardente portuguesa com um toque ácido de limão e maracujá, balanceado com a doçura do mel, canela e com um toque picante de pimenta, ou então o “Ginger Mavem“, que, apesar de servida fria, é uma bebida capaz de aquecer estes os dias mais rigorosos do inverno devido ao uso da aguardente e do picante do gengibre.

Colocamos, por agora, os cocktails de parte para passarmos às entradas, onde inicialmente são servidas três iguarias extra que não constavam no menu. Sopa fria de ostras de Aveiro, Berbigão acabado de abrir e, também, Bife tártaro com caviar enrolado em folha de alface para dar um pouco de crocante ao prato.

De seguida surigiu um Lavagante glaceado com beterraba assada e rabo de porco confitado, alga nori e ainda pão fumado. Pouilly Fumé Sauvignon Blanc é o vinho escolhido para acompanhar esta entrada. Seco e encorpado, mas bastante aromático, sobressaem as notas de limão e alperce com acidez bem fina.

Para terminar as entradas, é servido Consommé de bacalhau com puré de gema, línguas de bacalhau, tomate e salsa, harmonizando com um branco do Douro, Quinta do Cume Reserva 2013, vinho composto essencialmente pela casta Malvasia Fina (80%) e ainda Rabigato (10%) e Viosinho (10%). Aromas cítricos, ligeria acidez e com final longo e persistente na boca.

Existe ainda outra opção nas entradas que não constava neste menu de apresentação: a Terrina de foie-gras com financier de cenoura, puré de cenoura acidulado e gelatina de vinho do Porto.

Nos prato principal de peixe, tivemos Robalo ao vapor com puré de nabo, couve lombarda, algas e caldo cozido à portuguesa e, para conjugar, um vinho 100% Loureiro, Royal Palmeira 2015, com aromas de minerais e frutas maduras.

Sem perder muito tempo avançámos para o prato de carne. Cachaço de porco confitado com papas de sarrabulho, grelhos, laranja e molho de alecrim, terminando, também, a vertente vinícola com o Bella Superior Tinto 2014, monovarietal de Touriga Nacional. Vinho da região do Dão com muita fruta preta como a amora, um pouco austero na boca e que conduz a um final longo.

Para além destas sugestões, nos pratos principais consta ainda na carta do chef Pescada com arroz caldoso de bivalves, lavagante e salsa; a tradicional Caldeirada de peixes e crustáceos; ou o Peito de frango do campo ao vapor de champagne com coxa confitada, couve de Bruxelas e Morilles.

Do forno de carvão saem diretamente para a mesa iguarias como o Novilho com beterrabas, chanterelles, salsa e molho de carne assada e, ainda, a Vazia maturado com batata caseira, azeitona e presunto pata negra.

No que respeita à sobremesa, e para terminarmos esta experiência gastronómica de excelência tão rica e variada em produtos nacionais de elevada qualidade, fomos presenteados com “Bilharaco“, que consiste num bolo de abóbora caramelizado com ganache de speculoos, sementes de abóbora, aguardente, canela e queijo da serra. Para “casar” com este doce maravilhoso, foi servido mais um delicioso cocktail, de seu nome “Secondary Role”, cocktail esse que é apenas composto por aguardente , lima, canela e uma rodela de maçã.

Ainda na categoria das sobremesas, destaque para o Souflê clássico de citrinos com gelado de beterraba e lima e crumble de manteiga, ou para o Ganache de chocolate com abacate, lima, arroz tufado e côco.

Aliada à excelente localização do Astória, bem no coração do Porto, com o harmonioso ambiente da sala e profissionalismo irrepreensível de toda a equipa, esta nova carta de inverno do chef Paulo Leite vem, sem dúvida, dar um toque de primazia a um dos mais referenciados restaurantes da cidade Invicta.

Astória Restaurante Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Também pode interessar

Deixar uma resposta

O Echo Boomer utiliza cookies para dar a melhor experiência possível aos nossos leitores. Aceitar Ler mais

%d bloggers like this: