Flash: Há mais um serviço de trotinetes em Lisboa

Quem as via ali pelas zonas de Belém e Parque das Nações, depressa ficou curioso com a frase patente em cada uma das trotinetes: “this is not a scooter“, que, aliás, podemos dizer que era uma marca falsa. A Flash, que andou em fase de testes em janeiro passado, chegou oficialmente à capital portuguesa, indo concorrer com seis empresas: Lime, Hive, Voi, Tier, Bungo e Wind.

- Publicidade -

Há vantagens na utilização das trotinetes da startup de micromobilidade alemã. Para já, a marca indica que tem o modelo “mais sofisticado, seguro e confortável no que toca a trotinetes elétricas”, o que faz com que esteja ainda mais preparado para as ruas portuguesas.

As Flash têm suspensões reforçadas (e, consequentemente, rodas maiores) e travões duplos independentes, além de que, na roda da frente, existem dois amortecedores. Já as baterias estão na base de cada modelo, o que as torna mais adequadas relativamente à concorrência no que toca a pisos menos estáveis, como a calçada portuguesa. Estas trotinetes têm uma velocidade máxima de 21 quilómetros por hora.

Há ainda uma área mais larga para os pés e mais luzes e refletores. Basicamente podemos dizer que é um modelo evoluído face à concorrência.

Existem ainda outras novidades. Para já, a aplicação da Flash indica diretamente os locais onde se podem deixar as Flash corretamente estacionadas. Como quem diz, são pontos de estacionamento próprios para deixar estas trotinetes. E há um incentivo: quem o fizer terá um desconto de 50% face ao valor de desbloqueio. Ou seja, em vez de se pagar 1€, paga-se somente 0,50€ para desbloquear uma Flash. Já o preço por minuto é igual às outras empresas: 0,15€.



Além disso, também não é necessário fazer um pré-carregamento. Basta adicionar os dados do cartão de crédito que o valor da viagem será descontando assim que terminarem o passeio.

As trotinetes da Flash permite ainda o transporte de mochilas pequenas, têm uma base para copos (ou para colocar outra coisa com um formato semelhante), uma entrada USB e um suporte para telemóveis. Ou seja, ao mesmo tempo que utilizam o GPS (caso seja necessário), podem também carregar o vosso smartphone.

Ao final da noite, as trotinetes são recolhidas por uma empresa de logística para que estejam totalmente recarregadas no dia seguinte.

De momento, existem mais de 200 trotinetes Flash espalhadas por Lisboa, uma oferta que será ajustada consoante a procura. A Flash também já opera em Faro, cidade onde começou as operações no passado mês de fevereiro.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
785SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Há um novo (e gigante) espaço de cowork em Lisboa

É o terceiro cowork da Idea Spaces em Lisboa, que anteriormente abriu espaços no Parque das Nações e no Palácio Sotto Mayor.

As trotinetes da Bolt chegaram a Braga

Depois de Lisboa, há mais uma cidade portuguesa a contar com estes veículos da Bolt.

Rede de sensores vai monitorizar a qualidade do ar em Lisboa

É a primeira vez que tal acontece na capital.

Pizza Gira. A nova pizzaria lisboeta aposta em ingredientes biológicos

Cada detalhe na Pizza Gira foi cuidadosamente pensado.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Testagem gratuita à Covid-19 alargada a todos os moradores da cidade de Lisboa

Quer isto dizer que o Plano Municipal de Testagem, anunciado em março passado, deixa de estar limitado aos moradores das freguesias com mais de 120 casos por 100 mil habitantes e a cidadãos maiores de 16 anos.

Conhece os novos jogos independentes para a Nintendo Switch no mais recente Indie World

Há 21 novos jogos independentes a caminho da Nintendo Switch, ainda este ano.

Matinal alarga gama de queijo fresco aos intolerantes à lactose

Em 2017, a Matinal apresentou o leite selecionado Matinal Leve, com menos lactose e sem gordura.