Festival do chapéu está de volta a S. João da Madeira

É ja de 19 a 21 de julho que acontece em S. João da Madeira a terceira edição do Hat Weekend, o festival de rua que pretende celebrar o chapéu e as suas tradições.

- Publicidade -

S. João da Madeira voltará a receber dezenas de propostas artísticas que, da música à performance, ou das artes visuais ao ilusionismo, atualizam a história daquele que é o símbolo máximo da cidade. Na lista de primeiras confirmações, temos o ilusionista Mário Daniel, o coletivo Kumpania Algazarra e o espetáculo de comunidade Lúmen.

Antes da chegada do festival, a capital do chapéu inaugura, a 13 de Abril, a instalação de Andrés Lozano, aquela que será a segunda obra a integrar o circuito de arte urbana iniciado no ano passado com a pintura de Mariana, a Miserável.

O projeto, comissariado pelo Canal 180, prevê a criação de um conjunto de peças que reinterpretam a herança chapeleira da região.

O Hat Weekend é organizado pela Câmara Municipal de São João da Madeira, em parceria com o Museu da Chapelaria e com o apoio do programa Norte2020. A programação total do evento será revelada ao longo dos próximos meses.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Torres Vedras recebe quarta edição do festival Novas Invasões

Este ano, o Novas Invasões continua a ter entrada gratuita, sendo necessário, no entanto, apresentar bilhete.

Festival interMEDio traz de volta a world music a Loulé

Ainda não há cartaz, mas será divulgado nos próximos dias.

Vodafone Paredes de Coura pode ganhar mais dias em 2022

"Vamos elevar o risco, mas quero fazer uma edição histórica", disse recentemente João Carvalho, diretor do festival minhoto.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Análises de videojogos: Adeus Notas

Porque opiniões são mais do que notas e números.

KEO adia a data do Early Access para o final do ano

O jogo da Redcatpig precisa de afinações de última hora.

Uber investe milhões de euros em Lisboa e quer contratar mais 200 colaboradores até ao final de 2021

A Uber chegou a Portugal em 2014 e, desde então, tem crescido sem parar.