Festival de Música de Setúbal vai acontecer de 19 a 22 de novembro

E para celebrar o 10º aniversário, claro.

- Publicidade -

O Festival de Música de Setúbal está de regresso este ano para voltar a reunir consagrados artistas nacionais e internacionais com a comunidade local (envolvendo mais de 1.500 jovens) na criação e performances musicais.

Esta 10ª edição do festival, inicialmente marcada para o período de 21 a 24 de maio, teve de ser adiada para novembro em virtude da pandemia de Covid-19.

De 19 a 22 de novembro, a cidade sadina volta a ser palco de concertos, performances, criações artísticas, debates e exposições, oferecendo um programa eclético e de qualidade que incluirá algumas das mais belas peças do repertório clássico, passando também por ritmos mais enérgicos e jazzísticos e outras sonoridades de lugares mais longínquos.

O Festival de Música de Setúbal é, também, um fenómeno sociocultural único, pioneiro e verdadeiramente inclusivo. O amplo trabalho desenvolvido com a jovem comunidade local e com as escolas ao longo de todo o ano lectivo potencia vivências musicais nos jovens – alguns com necessidades educativas especiais – muitos dos quais não as teriam de outra forma.

O programa da 10ª edição do Festival, que será este ano dedicado ao tema “Ouvir e Escutar”, será revelado a partir de setembro.

- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

Festival de Música de Setúbal 2020 foi cancelado

Tudo graças ao recolher obrigatório decretado para os próximos dois fins-de-semana no âmbito do Estado de Emergência.

Festival de Música de Setúbal tem como mote a inclusão social

Está de regresso o Festival de Música de Setúbal. Este ano acontece a 9ª edição, que irá juntar artistas...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Já há data de estreia para o revival de Dexter

E também ficámos a saber o título deste regresso.

Streamings da RTP2 e RTP3 passam finalmente para HD

Não, não é Full HD, mas tudo é melhor que o SD.

NOS Wi-Fi vai ser descontinuado em agosto

Estavam a contar com o serviço quando fossem de férias para aceder à Internet? É melhor pensarem em alternativas.