Estará Pokémon GO a poucos passos de uma experiência ainda mais imersiva?

A tecnologia associada aos jogos está em constante evolução e as grandes empresas ligadas ao setor competem pelo primeiro lugar em inovação, lançando novas formas de interação que permitam experiências mais envolventes e imersivas.

Pokémon Go experiência
- Publicidade -

As personagens de Pokémon há muito que conquistaram milhares de fãs, mas foi a possibilidade de lutar frente a frente com estas criaturas, possível a partir de 2016, que transformou por completo este jogo.

Pokémon Go surgiu através da Niantic, que conseguiu trazer as personagens da franquia para o mundo real através dos recursos de câmara e GPS para os dispositivos Android e iOS, onde o jogador tem o papel de treinador entre três equipas possíveis, Mystic, Instict e Valor.

Este jogo acabou por ser uma verdadeira revolução, obrigando os jogadores a partir à aventura em caminhadas com o objetivo de completar a sua Pokedéx pelo mundo real, ao mesmo tempo que se vão cruzando com as personagens e pokébolas.

O jogo permite ainda batalhas em grupo e outras funcionalidades que o tornaram num verdadeiro sucesso mundial.

Este género de tecnologia, chamada de realidade mista, teve no jogo Pokémon GO um marco importante com outras marcas a desenvolver os seus próprios jogos com esta realidade, casos de Jurassic World Alive ou a Dragon Quest Walk.

Como a tecnologia está em constante evolução, a Niantic não deixou o seu Pokémon GO ficar por aqui e, recentemente, no lançamento da plataforma de realidade mista Microsoft Mesh, a Niantic fez uma demonstração bastante interessante.

Nesta demonstração, onde foram utilizados os óculos especiais HoloLens 2, foi possível ver como é que os jogadores, para além de conseguirem localizar as criaturas de Pokémon, conseguem interagir com elas. E apesar de não ter sido visto, ficou no ar a possibilidade de, num futuro próximo, conseguirem entrar em batalhas com os Pokémon.

Tudo isto ainda não é um produto final e os dispositivos Hololens 2 da Microsoft custam pouco menos de 4 mil euros, tornando-os inacessíveis para a maioria dos consumidores, ainda que sejam grandes fãs do jogo. Contudo, estas inovações dão um vislumbre do que vai ser possível esperar.

A combinação do real com o virtual é o que cativa utilizadores

Talvez no início da era digital a procura fosse para que as experiências caminhassem para o mais virtual e digital possível, oferecendo experiências o mais afastado possível da realidade. No entanto, o que se tem verificado é que os consumidores procuram uma combinação do digital com a oferta de experiências imersivas e próximas da realidade que se combinem entre elas.

O desenvolvimento de jogos com tecnologia de realidade mista é uma prova disso mesmo, já que a realidade combina com a ficção, resultando numa experiência única e bastante cativante.

A integração de elementos pela câmara ou sensores de movimento é algo que tem ganho bastante popularidade e, mais uma vez, a Niantic parece interessada em deixar a experiência de jogo de Pokémon GO ainda mais interessante. Recentemente, o CEO mostrou na rede social Twitter aquilo que parecem ser um par de óculos de realidade aumentada logo após a demonstração do jogo no Microsoft Hololens 2.

Mas não é apenas a Niantic que pretende oferecer aos seus consumidores experiências intensas e imersivas. Por exemplo, os jogos para VR Box estão entre as opções mais acessíveis e populares que utilizam realidade virtual e permitem, inclusive, viver estas experiências no Android em aplicações ou vídeos.

O jogo Wrong Voyage VR é bastante popular, visto vez que é gratuito e sem anúncios e mistura elementos de tiro num cenário de ruínas misteriosas. Já Hardcode permite jogar sozinho ou em partidas online com outros jogadores, sendo outro exemplo de jogo que utiliza realidade virtual.

No entanto, a combinação da ficção com a realidade não necessita necessariamente de óculos de realidade virtual ou de equipamentos de última geração. Muitas opções de jogo utilizam a tecnologia de streaming para oferecer aos seus jogadores experiências imersivas e próximas da realidade e que permitam interação entre jogadores.

Isto é bastante comum, por exemplo, nas plataformas de casino online como a Vegasslotsonline.com dedicadas a oferecer jogos com crupiê ao vivo graças a imagens de alta definição e que permitem divertir-se nos jogos mais populares como a Roleta ou Blackjack. Desta forma, é possível interagir com outros jogadores e com o crupiê em tempo real ou nas plataformas de jogo streaming, como a Twitch, que permite a interação entre os jogadores durante as partidas, o que torna a experiência de jogo mais interessante.

Apesar de ser claro que grandes empresas investem em novas tecnologias, como o recente tweet do CEO da Niantic, é igualmente claro que ter uma experiência imersiva e intensa já está acessível para a maioria dos consumidores um pouco por toda a indústria dos jogos.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
784SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Já é possível transferir Pokémon de outros jogos para o Pokémon Sword e Shield

Esta semana a Nintendo lançou uma nova aplicação para os fãs de Pokémon, que têm seguido a série com alguma frequência.

Harry Potter vai fazer magia nos vossos smartphones já esta semana

É já na sexta-feira, 21 de junho, que os smartphones vão receber o novo jogo dos criadores de Pokémon...

Lembram-se do Candy Crush? Rende mais que Fortnite e que Pokémon GO

Fortnite pode ser um dos jogos mais populares do momento e Pokémon GO pode ter sido aquele fenómeno que...

Pokémon GO vai permitir batalhas entre jogadores

Dois anos depois do fenómeno Pokémon fazer as manchetes de jornais com a sua versão para smartphones, uma das...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

McDonald’s e Burger King estão quase a abrir restaurantes na Nazaré

Após não se ter concretizado a abertura no ano passado, 2021 é o ano em que as cadeias de fast food vão chegar à Nazaré.

Tomatino. Setúbal vai receber novo restaurante dedicado às pastas italianas

Vai situar-se no local que, até então, era do Café 3.

OPTO tem uma versão alargada de Princípio, Meio e Fim

E é totalmente dedicada ao processo de criação.