Câmara de Lisboa vai dar desconto de 50% no estacionamento aos residentes

- Publicidade -

Esta medida terá um custo associado de 2,5 milhões de euros.

Aconteceu esta quarta-feira, dia 5 de janeiro, a apresentação do Orçamento Municipal de 2022 da Câmara Municipal de Lisboa. E há várias medidas que podemos destacar.

A primeira delas diz respeito aos transportes públicos gratuitos, promessa eleitoral do agora presidente Carlos Moedas. Residentes na cidade, menores de 23 anos e maiores de 65 residentes vão ter passes gratuitos.

Esta medida terá um custo plurianual de 12 milhões de euros. O propósito da Câmara de Lisboa é introduzir esta medida através da TML – Transportes Metropolitanos de Lisboa, assegurando aos utilizadores, residentes em Lisboa, o acesso ao passe que abrange os meios de transporte públicos existentes na cidade, sejam eles rodoviários, metropolitano ou rede ferroviária.

Outra medida de destaque é o desconto de 50% na EMEL, isto é, desconto de 50% no estacionamento, para residentes, em toda a cidade. Esta foi outra promessa eleitoral, tendo um custo associado de 2,5 milhões de euros. Em todo o caso, não se sabe como irá aplicar-se a redução de preço: se nos parquímetros ou nos dísticos de residente.

É também de destacar um plano de saúde gratuito para os mais carenciados acima dos 65 anos. Esta medida será implementada com um programa, através das juntas de freguesia que queiram aderir, podendo abranger até 20.000 pessoas. Promete-se, aos idosos mais vulneráveis, serviços como teleconsultas, medicinal geral e rastreio, entrega de medicamentos ao domicílio e check-ups.

Por último, destacar ainda o que a Câmara de Lisboa diz ser uma devolução de impostos aos lisboetas, em que os residentes receberão 3% do IRS.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes