Está decidido. Não há festivais de música até final de setembro

NOS Alive, Super Bock Super Rock, MEO Sudoeste, Paredes de Coura, Vilar de Mouros, entre outros. Nenhum deles irá realizar-se nas datas originalmente previstas.

festivais

A decisão foi demorada, mas já se esperava este desfecho. Na reunião do Conselho de Ministros que aconteceu hoje, quinta-feira, dia 7 de maio, ficou decidido que, este ano, não há festivais de verão para ninguém.

“Impõe-se a proibição de realização de festivais de música, até 30 de Setembro de 2020, e a adopção de um regime de carácter excepcional dirigido aos festivais de música que não se possam realizar no lugar, dia ou hora agendados, em virtude da pandemia”, pode ler-se na nota do Conselho de Ministros.

Aliás, a mesma nota refere ainda que, “para o caso de espectáculos cuja data de realização tenha lugar entre o período de 28 de Fevereiro de 2020 e 30 de Setembro de 2020, e que não sejam realizados por facto imputável ao surto da pandemia da doença COVID-19, prevê-se a emissão de um vale de igual valor ao preço do bilhete de ingresso pago, garantindo-se os direitos dos consumidores”.

Portanto, esqueçam festivais como o NOS Alive, Super Bock Super Rock, MEO Sudoeste, Paredes de Coura, Vilar de Mouros, entre outros. Aliás, até podem acontecer, mas não nessas datas.

Recorde-se que, anteriormente, alguns festivais já tinham sido cancelados para este ano, como o Rock in Rio Lisboa, Boom Festival ou o Festival Músicos do Mundo de Sines. Já o NOS Primavera Sound, por exemplo, tinha sido adiado para o início de setembro, mas também não poderá realizar-se nessas datas.

Safa-se o ID NO Limits, que, após não se ter concretizado em abril, irá acontecer, supostamente, em novembro.

Esta era uma decisão inevitável. Isaltino Morais, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, já tinha garantido que o NOS Alive não iria realizar-se. Também Álvaro Covões, diretor-geral da Everything is New, promotora do festival, tinha deixado antever o mesmo desfecho dias antes. E ainda esta semana revelámos que o RFM Somnii não iria realizar-se este ano.

- Publicidade -

Sigam-nos

10,595FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
609SeguidoresSeguir

Relacionados

Lighthouse é o robô desenvolvido parcialmente em Portugal que combate a COVID-19

Como seria de esperar, o robô recorrer a luz ultravioleta gama C (UV-C) para desinfetar os espaços por onde passa.

ZenZoe. Chegou a Portugal o robô que desinfeta áreas e objetos propícios à transmissão de COVID-19

O ZenZoe foi desenvolvido pela ASTI Mobile Robotics, empresa de tecnologia e robótica sediada em Espanha,...

Portugal passa a Estado de Alerta a partir de 1 de julho, exceto na Área Metropolitana de Lisboa

E tudo isto devido aos novos casos registados na Área Metropolitana de Lisboa.
- Publicidade -

Mais Recentes

Ru Sinel de Cordes vai ter mais duetos com humoristas no Porto

Depois do sucesso das quatro primeiras datas, seguem-se outras tantas com novos convidados.

A Corsair tem um touchscreen dedicado aos teclados

Um companheiro útil para quem passa muito tempo na secretária.