Ensaio ao Hyundai Kauai Electric: Facilitando a Eletrificação

Pela primeira vez tivemos um Hyundai como viatura de ensaio no Echo Boomer. E nada melhor do que nos estrearmos com o Kauai Electric, o SUV compacto de que tanto se fala.

E porque se fala tanto nele? Bom, por diversas razões.

A primeira deve-se à sua autonomia de 449 Km (WLTP), o que é bastante considerável para um veículo elétrico que ronda os 43500€.

A segunda razão está relacionada com o facto de ser um SUV com um aspeto arrojado, com múltiplas hipóteses de configurações estéticas.

A terceira, e também das razões mais interessantes, deve-se a um carregamento rápido em somente 54 minutos e a um carregamento normal em 9 horas e meia. Portanto, motivos mais do que suficientes para, pelo menos, deixar bastante interessados aqueles que tenham curiosidade sobre os cada vez mais falados veículos elétricos.

Se em termos de autonomia este Kauai Electric é bastante interessante, no que toca à potência também não deixa a desejar. Dispõe de cerca de 201cv e uma aceleração de 7.6 segundos dos 0 aos 100km/h para uma velocidade máxima que ronda os 170Km/h.

O Kauai vem equipado com o sistema VESS (Virtual Engine Sound System), algo que passará a ser obrigatório no futuro, uma vez que imita um ruído do motor quando em velocidades baixas de forma de alertar os peões. No entanto, é um sistema que, aqui, pode ser desligado com o pressionar de um botão.

Em termos do design, é, sem dúvida, arrojado, e por isso nunca será consensual. Pessoalmente gosto bastante. Destaca-se na estrada e consegue ser diferente sem se tornar estranho. Os interiores são espaçosos, confortáveis e temos a bordo tudo o que se possa necessitar. De realçar o pormenor interessante do ar condicionado poder ser selecionado apenas para o condutor, caso seja o único ocupante, como forma de poupança de bateria. 

Em termos de equipamento, conta ainda com um ecrã tátil de 8” com compatibilidade com Android Auto e Apple Carplay, Sistema de Navegação (que inclui informação sobre os postos de carregamento), Sistema de som Krell, Cruise Control e aviso de mudança de faixa, bem como câmara traseira e sensores de estacionamento (traseiros apenas, aqui creio que podiam ter oferecido os dianteiros).

Chamo também a atenção para as patilhas no volante, que permitem selecionar a intensidade da travagem regenerativa.

Falando de sensações, o Kauai transmite uma grande tranquilidade. A ausência de ruído, juntamente com o conforto a bordo e a sua condução suave e sem sobressaltos, faz sentir uma total harmonia e paz dentro do veículo. Porém, se pisarmos a fundo no pedal e com o modo desportivo ativado, consegue também ser divertido.

Aqui sinto necessidade de falar sobre os controlos eletrónicos. São subtis e de ação rápida, mas sente-se que entram em ação com alguma regularidade, mesmo sobre piso seco, mas quente, o que me fez querer também verificar o comportamento com eles desligados. E aí sim, permitiu ter a real noção de quanto trabalham para manter o motor elétrico a ser civilizado para com as rodas dianteiras.

Sobre a qualidade dos materiais, não desilude, mas ao mesmo tempo não impressiona. Tudo parece bem assemblado e a maioria dos botões funciona suavemente. Mas é uma pena que o couro no volante pareça um pouco plástico. 

Se são daqueles condutores que precisam constantemente de um grande porta-bagagens, este não é o carro indicado. No entanto, e de forma a minimizar esse facto, o Hyundai Kauai Electric tem assentos traseiros rebatíveis 60/40 para as ocasiões em que necessitam de carregar mais coisas. E quando dobrados, os encostos do banco ficam nivelados com o piso da mala, o que facilita o transporte de volumes.

O espaço para os passageiros traseiros é também bastante razoável, com espaço que sobra para as pernas. Aliás, creio que só alguém com perto de 1,90m irá queixar-se da altura do teto.

Em resumo, o Hyundai Kauai Electric, na sua versão 64 kWh, oferece um bom desempenho, um alcance excecionalmente longo e preços razoáveis. São aspetos que, em termos preço-qualidade, fazem deste veículo um dos melhores carros elétricos do mercado atualmente.

Talvez fosse bom, no entanto, a Hyundai criar uma app que permita controlar remotamente a quantidade de carga, os horários de carga e até mesmo a possibilidade de ligar o ar condicionado automaticamente. Tudo isto é possível de agendar, mas apenas a partir de um submenu acessível através do painel tátil.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

10,842FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
632SeguidoresSeguir

Relacionados

Ensaio BMW X7 M50d – O bom gigante

Para quem faz sobretudo percursos citadinos, duvido que o BMW X7 M50d seja a melhor escolha. Admito, porém, que foi sem dúvida alguma dos veículos mais luxuosos já testados aqui no Echo Boomer, senão mesmo o mais luxuoso.

Sony revela o seu primeiro… carro? Este é o Vision-S

Dos leitores de música, às consolas de jogos, aos carros, o Vision-S é o primeiro carro da Sony.

Ensaio ao Ford Focus ST-Line – Mais adulto, mas sem perder a piada

Esta quarta geração do Ford Focus coloca o seu fabricante de volta à disputa no segmento de hatchback da família, com boa aparência, muito melhor qualidade interior e tecnologia extra.

Ensaio ao Alfa Romeo 4C Spider Italia – O Império dos Sentidos

Desta vez venho falar-vos de algo puramente especial, o Alfa Romeo 4C Spider Italia. Este modelo foi lançado na comemoração dos 108 anos da Alfa Romeo e, por isso mesmo, é uma edição limitada a 108 exemplares.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Franquia Power Rangers vai ganhar filmes e séries à semelhança do MCU

O objetivo é ter um universo que se conecta ao longo das diversas adaptações, seja para o grande ou pequeno ecrã.

Análise – Xiaomi Mi True Wireless Earphones

Apesar do design um pouco mais robusto e a curta autonomia apresentada, o preço dos Xiaomi Mi True Wireless Earphones faz com que sejam uma opção a ter em conta.