Elisa não deve mesmo representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção

Após termos ficado a saber que a União Europeia de Radiodifusão (EBU) tinha resolvido cancelar a edição deste ano do Festival Eurovisão da Canção, havia a forte probabilidade da vencedora deste ano, Elisa, não ser efetivamente a representante portuguesa na edição do próximo ano. E agora confirma-se algo: as canções vencedoras deste ano ficam em 2020.

- Publicidade -

Isto deve-se às regras do festival, que dizem que as composições não podem ter sido lançadas antes do dia 1 de setembro do ano anterior ao da sua realização.

Elisa

No que aos interpretes diz respeito, até podem ser os mesmos deste ano, o problema é que terão de representar o respetivo país com outra canção. Ou seja, e como Elisa ganhou a edição deste ano com a música “Medo de Sentir”, não faz qualquer sentido que a jovem represente Portugal com outra canção completamente diferente.

Afinal, foram os votantes que escolheram a composição vencedora, pelo que tem lógica serem novamente os portugueses a indicar o tema que irá representar o país no próximo ano.

O que a EBU decidiu, para honrar as canções que ficam pelo caminho, é apostar num programação alternativa, mas que não seja, de todo, uma competição. Não foi divulgado ao certo como é que isto irá acontecer, mas esperamos por mais novidades em breve.

Recorde-se que o Festival Eurovisão da Canção deveria realizar-se a 12, 14 e 16 de maio em Roterdão, nos Países Baixos, mas o surto de COVID-19 fez cancelar a edição deste ano. Porém, deverá acontecer naquela cidade em 2021.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Festival Under The Doom adiado para 2022

O evento irá acontecer no novo LAV - Lisboa ao Vivo.

SOLO. Novo festival em Benfica assenta num compromisso ambiental

Apresenta atividades desportivas, ações educativas, workshops, visitas guiadas, espetáculos infantis e concertos.

Torres Vedras recebe quarta edição do festival Novas Invasões

Este ano, o Novas Invasões continua a ter entrada gratuita, sendo necessário, no entanto, apresentar bilhete.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Crítica – The Last Duel

The Last Duel é um drama original e cativante que nos surpreende e nos deixa intrigados com o conflito no ecrã.

Shadow Corridor – Bem vindos ao Tédio

Um jogo de terror demasiado preso à sua fórmula que só é indicado para os amantes de sustos fáceis.

Dicas para reduzir a pegada ambiental

Querem ter uma atitude mais proativa e têm como meta reduzir a vossa pegada ambiental, ao mesmo tempo que poupam na fatura?