Construção e reabilitação de casas, término das obras do Convento de Jesus e mais árvores nos projetos de Setúbal para 2023

- Publicidade -

E há muitos mais projetos.

O presidente da Câmara Municipal de Setúbal, André Martins, anunciou esta sexta-feira, numa mensagem de Ano Novo, alguns dos projetos e das obras municipais a desenvolver no concelho em 2023 e destacou o que foi alcançado em 2022.

Sobre o ano que terminou, André Martins fez referência à regularização de obrigações e faturas em atraso e ao regresso à gestão municipal do abastecimento de água e do saneamento no concelho com a entrada em funcionamento dos Serviços Municipalizados de Setúbal, cumprindo a “promessa que a gestão CDU de Setúbal fez” na campanha eleitoral de 2021.

André Martins apontou ainda o prosseguimento da Estratégia Local de Habitação de Setúbal, que prevê um investimento superior a 192 milhões de euros, montante a disponibilizar por candidaturas ao PRR – Programa de Recuperação e Resiliência, para assegurar condições de habitação condigna a quem escolheu Setúbal para viver.

“O ano que agora começa será decisivo para a progressão deste enorme esforço municipal, do qual resultará a construção de 530 novas casas de renda reduzida e apoiada e a reabilitação de outras 3148 casas do parque de habitação pública municipal e outras”, disse, numa declaração proferida na Casa da Cultura e com transmissão em direto nas redes sociais da autarquia.

A conclusão das obras de reabilitação do Convento de Jesus e das ações de estabilização das encostas do Forte de São Filipe é outro dos objetivos municipais para 2023, sendo que, neste último caso, ficam criadas “as condições para a reabilitação da pousada” instalada na fortaleza.

Concluída em 2023, concretamente no primeiro semestre, fica também a obra de construção do novo Centro de Saúde de Azeitão.

O presidente do município anunciou, igualmente, o início das operações de requalificação da Estrada da Mitrena, via de ligação a uma zona industrial de relevância nacional.

A requalificação da casa onde nasceu Luísa Todi, na zona da Fonte Nova, o início de uma nova fase de obras no espaço A Gráfica – Centro de Criação Artística e a conclusão da elaboração do Plano Estratégico de Cultura de Setúbal são outras das prioridades para 2023.

Na área do desporto, garantiu igual empenhamento na requalificação de espaços desportivos, designadamente o melhoramento do Campo Municipal das Pedreiras do Viso, com a colocação de relva sintética; do Campo Municipal Júlio Tavares, nas Praias do Sado; e do Pavilhão Municipal João dos Santos.

Em matéria de ambiente, André Martins anunciou uma nova intervenção no Parque Urbano da Várzea, com plantação de 1300 árvores, reforço da iluminação para garantir mais segurança aos utentes, instalação de novo sistema de rega, qualificação dos caminhos existentes e criação de novas travessias.

Outros compromissos assumidos pelo presidente do município são o de iniciar uma intervenção de requalificação da Avenida Luísa Todi, a qual inclui a reabilitação de passadeiras, da ciclovia e intervenções no mobiliário urbano, na fonte dos Golfinhos, no Largo José Afonso e na rede viária.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes