Governo vai duplicar as mesas para o voto antecipado em mobilidade

- Publicidade - trk
- Publicidade -

A medida vai permitir que mais portugueses possam votar no fim de semana anterior às eleições legislativas.

Esta semana, o Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, afirmou que o Governo vai duplicar as mesas para o voto antecipado em mobilidade nas próximas eleições legislativas, face ao aumento do número de casos da pandemia.

“Vamos duplicar a capacidade, em relação às presidenciais. A pandemia está num momento de alguma recrudescência e, portanto, é natural que haja mais pessoas a votar em mobilidade e, nessa medida, mais que duplicámos as mesas para o voto em mobilidade”, afirmou Antero Luís.

Ao todo serão constituídas 1303 mesas de voto antecipado em mobilidade, ou seja, mais 628 mesas que as constituídas para as Presidenciais de 2021, onde foram constituídas 675 mesas de voto antecipado. Este número pode ainda ser aumentado.

Antero Luís disse também que a medida vai permitir que “mais portugueses possam votar no fim de semana anterior” às eleições legislativas, no dia 23 de janeiro, de modo a que existam “dois dias de eleição: um no dia 23, e um no dia 30”.

Já o voto antecipado para os eleitores temporariamente deslocados no estrangeiro decorrerá entre os dias 18 e 20 de janeiro nas embaixadas e postos consulares. A lista dos locais de voto antecipado no estrangeiro pode ser consultada aqui.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade - trk
- Publicidade -

Mais Recentes

Linha do Oeste vai ser finalmente modernizada

A capacitação da Linha do Oeste, até Caldas da Rainha, possibilitará a redução do tempo de viagem entre Caldas da Rainha – Lisboa e Torres Vedras – Lisboa em cerca de 30 minutos.

Stormzy fora do NOS Alive 2022. Horários já estão disponíveis

Está naquela altura de fazer escolhas.

Governo vai avançar com aeroportos no Montijo e em Alcochete. O de Lisboa é para fechar

O do Montijo, que será complementar, deverá estar pronto em 2026. Já o de Alcochete, que substituirá o de Lisboa, estima-se que entre em funcionamento em 2035.