Gostas de coisas nojentas? Então isto é para ti

Para muitas pessoas, falar do tema da extração de impurezas da pele soa a nojento. Para outros milhões nem por isso, e que o diga a doutora Sandra Lee, mais conhecida na Internet como Dr. Pimple Popper, que já se tornou um autentico fenómeno nos dias de hoje.

Foi há cerca de quatro anos que esta dermatologista norte-americana começou a colocar na sua conta do Instagram momentos interessantes que passava com os seus pacientes, especialmente quanto tratava de pontos negros, espinhas e quistos.

Sandra foi tendo cada vez mais aderência e, com isso, resolveu abrir o seu canal do Youtube. A sua popularidade explodiu: 2,6 milhões de seguidores no Instagram e quase 3,2 milhões de subscritores no Youtube.

Curiosamente, esta dermatologista nunca achou o tema da extração realmente interessante, já que percecionava isto como algo banal, sendo uma tarefa que podia caber a esteticistas. No entanto, o interesse dos seguidores era tanto que a Dra. Sandra Lee acabou por fazer sucesso com este tema “nojento”.

A carreira desta dermatologista vai agora ganhar uma nova etapa, já que o canal de televisão TLC irá exibir um especial dedicado ao seu trabalho. O programa chama-se Dr. Pimple Popper: This is Zit e vai ser exibido já no próximo dia 3 de janeiro de 2018. Segundo os guias de TV que consultámos, este especial não irá passar, para já, no canal do TLC em Portugal. Esperam-se vídeos diferentes daqueles que têm sido colocados nas redes sociais.

Além deste especial de TV, a dermatologista tem ainda uma série no Facebook Watch, o hub do Facebook para conteúdos originais, conhecida como This Is Zit, cujo primeiro episódio já está online.

https://www.facebook.com/DrPimplePopperThisisZit/videos/134947657197312/

A questão é: porque é que as pessoas gostam tanto de ver a extração de impurezas da pele? Em entrevista a um órgão de comunicação social, Sandra Lee referiu que “muitos assistem porque os vídeos ajudam a dormir ou diminuir a ansiedade e os ataques de pânico”.

Outra explicação possível é que as pessoas com tendências obsessivas compulsivas assistem porque os vídeos passam a sensação de limpeza e alívio, ou seja, as pessoas sentem-se bem quando a impureza desaparece.

Muitos vídeos podem ser horríveis ou nojentos, mas ficamos com a ideia de que o nojo e a curiosidade andam de mãos dadas. Afinal de contas, os vídeos da Dr. Pimple Popper têm milhões e milhões de visualizações. E prometem não ficar por aqui.


 

- Publicidade -

Sigam-nos

10,468FansCurti
4,048SeguidoresSeguir
535SeguidoresSeguir

Relacionados

- Publicidade -

Mais Recentes

Burger Wheels. Nova hamburgueria de Setúbal inaugura a 9 de junho

Para já irá funcionar somente através do Uber Eats. No futuro, quando a pandemia de COVID-19 acalmar, o espaço irá abrir ao público.

Crítica – I May Destroy You (Temporada 1)

A HBO está prestes a lançar mais uma série moderna e explosiva que decompõe na perfeição uma temática sensível: o "consentimento sexual".

Razer revela a segunda versão dos teclados Ornata

Um teclado híbrido para uma utilização mais casual.