A marca tem vindo a ganhar cada vez mais relevância no mercado de smartphones. Afinal, os equipamentos da Cat Phones destacam-se dos demais ao serem robustos, resistentes e duradouros.

Aproveitando a IFA, que decorreu de 31 de agosto a 5 de setembro, a Cat Phones apresentou na altura não um, não dois, mas três novos dispositivos: dois smartphones e um tablet, o primeiro da marca. E hoje, dia 11 de outubro, os dois smartphones foram oficialmente apresentados em Portugal.

Mas comecemos pelo tablet Caterpillar T20. É o primeiro tablet robusto da marca, tendo sido desenvolvido para quem trabalha em locais onde é preciso recorrer a equipamentos muito resistentes. Resistência é a palavra certa para definir os equipamentos da Cat. No caso do Caterpillar T20, tem certificação IP67, isto é, é à prova de água até 30 minutos a uma profundidade máxima de 1m, sendo ainda resistente à humidade, areia e poeiras. E, além de aguentar quedas de até 1,8 metros, é à prova de vibrações, resistente a salpicos de sal e aguenta pressões atmosféricas extremas.

Quanto a características técnicas, é um tablet de 8 polegadas com um ecrã IPS LCD com resolução de 1280×800, processador quad-core Intel Atom z8350, 2GB de RAM, 64GB de memória interna, câmara traseira de 5MP, câmara frontal de 2MP e uma bateria de 7500mAh. Tem instalado o SO Windows 10.

Passando para o Cat S31, é o sucessor do anterior Cat S30, e traz diversas melhoras, como um ecrã otimizado para utilização com projeção direta de luz solar e uma bateria de enorme duração.

No que toca a especificações, é um dispositivo com ecrã HD de 4,7 polegadas, 2GB de RAM, processador quad-core Snapdragon, 16GB de memória interna, câmara traseira de 8MP, câmara frontal de 2MP e bateria de 4000mAh.

Tendo um design com textura e grip reforçado, o S31 é um terminal que inclui certificação IP68, o que lhe confere proteção contra poeiras e resistência à água até uma profundidade de 1,2 metros durante 35 minutos, sendo ainda capaz de aguentar choques térmicos. É ainda resistente a quedas em cimento até 1,8 metros de altura, tornando-o no smartphone ideal para quem precise de um equipamento capaz de enfrentar diversas adversidades.

Finalmente o Cat S41 é, lá está, o sucessor do CAT S40, estando bem apetrechado em termos de especificações técnicas. Aqui temos um processador octa-core MediaTek, ecrã Super Bright de 5 FHD otimizado para uso exterior, 3GB de RAM, 32GB de memória interna expansíveis ate 2TB, câmara traseira de 13MP com flash LED e foco automático PDAF e câmara frontal de 8MP – ambas com funcionalidade de modo subaquático.

Tal como o S31, também o novíssimo S41 tem a certificação IP68, dando-lhe capacidade de resistência a poeiras e água (pode ser submerso até dois metros por uma hora), além de aguentar quedas de 1,8 metros de altura em cimento. E, com o seu design texturizado com fixação extra, torna-se adequado para ambientes difíceis.

Já a bateria é de 5000mAh, o que lhe confere autonomia até 44 dias de duração em conversação ou 38 horas de conversação em 3G. Curiosamente, o smartphone tem energia suficiente para carregar outros dispositivos, transformando-o numa Power Bank em momentos cruciais.

Quanto a preços e disponibilidade, o Cat S41 tem um custo de 449€, estando já disponível para compra no site oficial e em outros pontos de venda; o Cat S31 tem um preço de 329€ e estará disponível no final do ano, e, finalmente, o tablet Caterpillar T20 terá um custo de 649€, ficando disponível no mercado até final de 2017.

 

Segue-nos nas redes sociais no FacebookTwitter e Instagram.