Dicas para uma Internet mais rápida

- Publicidade -

Nos dias que correm, e principalmente após a questão da pandemia, poucos serão aqueles que não possuem Internet em casa, mesmo que usufruam da Tarifa Social de Internet. Afinal de contas, seja para fazer compras de supermercado, para ver receitas, para ver alguma série ou filme, para fazer alguma aposta na 20Bet ou simplesmente para trabalhar, a Internet é indispensável, tanto que podemos dizer que já se tornou uma necessidade básica. Alguém conseguiria imaginar um mundo sem o online? Nós não.

Mas a verdade é que a Internet também tem falhas. E algo que devia ser de acesso instantâneo pode, por vezes, demorar demasiado tempo do que é suposto, deixando-nos irritados. É verdade que, ocasionalmente, as falhas surgem da própria rede, mas outras vezes acontecem em ambiente doméstico, pelo que cabe-ns a nós descobrir a causa da falha e solucionar.

Eis algumas dicas para uma Internet mais rápida:

Reiniciar o router

É o primeiro passo a fazer. É improvável que tal aconteça caso possuam um router de elevada qualidade e desempenho, mas os routers oferecidos pelas operadoras de telecomunicações são, por norma, de fraca qualidade. E isso faz com que, pelo menos alguns modelos de routers, falhem mais do que é suposto. Se é ocasional, ok, é compreensível. Porém, se acontecer demasiadas vezes, devem seriamente pedir a troca do equipamento.

Em todo o caso, não pensem que basta carregar no botão para reiniciar o router, pois devem fazer de outra forma: desligar, retirar o cabo da corrente elétrica e esperar 20 segundos para voltarem a ligar tudo.

Se quiserem ir mais a fundo, basta que coloquem o endereço da raiz do router no vosso browser e que se dirijam às definições, de modo a perceberem se foi uma falha momentânea ou se existe mais alguma coisa a afetara ligação.

Medir a velocidade

Como já deverão saber, há uma ferramenta, que é também a mais utilizada no mundo, que vos ajuda a concluir se estão, ou não, a ser prejudicados na vossa ligação à Internet.

Por exemplo, se estão ligados à Internet através de um cabo ethernet ligado do router ao computador, e mesmo assim não têm a velocidade contratada, há duas possíveis causas: ou o cabo está danificado ou, então, o router não está a funcionar corretamente.

Já se estiverem ligados via Wi-Fi, mas a velocidade deixar francamente a desejar, deve-se ao facto de estarem a utilizar uma ligação 2.4Ghz, ao invés de uma de 5Ghz. O problema? Routers mais antigos fornecidos pelas operadoras nem sequer são compatíveis com o 5Ghz, o que é patético. Aí, devem seriamente pedir um router mais recente.

Se têm tudo atual e a vossa velocidade deixa, ainda assim, a desejar, devem tentar perceber o que se passa com a ferramenta Speedtest.net da Ookla. Caso estejam a ser prejudicados, já sabem: devem contactar o vosso fornecedor.

Otimizar a ligação por cabo e via Wi-Fi

Já falámos em ligações com fios, mas hoje em dia são uma raridade. Porquê? Bom, além de ficarem “à vista” (a não ser que optem por algum tipo de disfarce, que mesmo assim vai ficar algo feio), podemos tropeçar nos cabos caso estejam efetivamente mal arrumados – e nem falemos dos aspiradores robô.

Ora, há uma forma de emular este cabo ethernet: recorrer a adaptadores Powerline, que basicamente transformam a linha elétrica existente numa rede de dados. Ou seja, e no fundo, ao fazerem essa transformação, qualquer tomada elétrica passa a servir de tomada de acesso à Internet.

Para que isto seja possível, só têm de ligar o adaptador à tomada elétrica e ligar via cabo ao router. A partir daí, podem instalar outro adaptador powerline em qualquer divisão da casa, levando a Internet a todo o lado.

No caso do Wi-Fi, a única solução é optarem por repeaters, que basicamente amplificam o sinal Wi-Fi do router. É que, mesmo que tenham um router topo de gama, a sua cobertura será sempre limitada, pelo que, ou optam por repetidores para utilizarem no mesmo piso (ideal para casas pequenas ou médias) ou por kits powerline (perfeitos para grandes casas ou apartamentos).

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes