Dicas para aceder à Internet em segurança nas férias

- Publicidade -

Desde julho que muitos portugueses têm vindo a aproveitar o bom tempo. Milhares de pessoas vão tirando férias aqui e ali, tudo para que possam ir à praia e dar uns belos mergulhos. Os dias passam e a verdade é que muitos aproveitam também para descansar e recarregar energias para, dessa forma, passar tempo de qualidade com as respetivas famílias, mas também para usufruir de tempos livres de lazer para acompanhar as melhores ligas de basquete.

Porém, e uma vez que estamos mais vezes fora de casa nesta época quente, há algo que nunca podem descurar: a cibersegurança.

Nunca é demais relembrar algumas das melhores práticas para uma utilização segura da Internet e proteger a vossa rede, portátil e de telemóvel. Se trabalham nas férias – ou gerem uma empresa e espera que a vossa equipa trabalhe durante o período de Verão – devem rever, aprender e ensinar algumas medidas de cibersegurança para ajudar a proteger toda a gente dos maus da fita.

E agora vocês perguntam: então, mas como é que mantenho os meus dados em segurança? Em seguida, damo-vos seis conselhos para que evitem ao máximo possíveis problemas.

Evitar redes Wi-Fi públicas para atividades demasiado importantes

Precisam de fazer uma compra, aceder ao banco online ou outra qualquer tarefa que requeira a utilização de dados sensíveis? É simples: não o façam. Porém, se não conseguirem mesmo evitar, certifiquem-se, pelo menos, que estão a utilizar uma ligação segura (conseguem ver através do endereço URL, com recurso ao https://) e que não se esquecem de terminar a sessão por completo antes de desligarem a Internet.

Mas calma, o facto de um site utilizar HTTPS não significa que é seguro, até porque hackers podem perfeitamente criar sites falsos “seguros” para vos ludibriar e levar a que exponham dados sensíveis, tudo para vos roubar. Acima de tudo, tenham a certeza que se estão a ligar ao Wi-Fi público correto e que o URL do site ao qual vão aceder não é “estranho”.

Utilizar uma VPN é altamente recomendado

Os mais informados já deverão saber que uma VPN (rede virtual privada) é capaz de encriptar todos os dados transmitidos por lá. Isto quer dizer que, mesmo que alguém intercete a vossa ligação, não será capaz de ler as vossas informações.

Posto isto, recorrerem a uma VPN é mesmo a melhor forma de garantirem que os vossos dados estão seguros e protegidos quando utilizam um Wi-Fi público. É mesmo mandatório. O melhor de tudo? Não faltam opções no mercado…

Mantenham o software atualizado

Secalhar nunca pensaram a sério sobre isto, mas quando muitas atualizações para um determinado software surgem, isto significa que a equipa de programadores foi capaz de encontrar bugs ou falhas que podiam ser exploradas por pessoas mal intencionadas. Ao lançarem essas atualizações, esses buracos são tapados, pelo que os hackers têm menos possibilidades de entrar no sistema de alguém.

Tudo isto para dizer que, se se quiserem proteger contra malware e outras ameaças à segurança, uma das melhores formas é mesmo se mantiverem os vossos programas atualizados, assim como o sistema operativo. Até pode ser algo chato, mas mais vale prevenir que remediar…

Atenção aos esquemas de phishing

Com tantas burlas que acontecem hoje em dia, certamente já ouviram falar do phishing, um tipo de esquema online onde os criminosos tentam enganar-vos para que lhes forneçam as vossas informações pessoais, tais como os dados de login ou número de cartão de crédito.

Como é que isto acontece? Enviando-vos e-mails falsos ou mensagens que parecem ser de um website ou empresa legítima. E acreditem: embora uns esquemas sejam muito mal feitos, outros até podem causar dúvidas aos mais informados. E na dúvida, há quem tenha o erro de clicar…

Dito isto, tenham muito cuidado ao clicarem em ligações em e-mails ou mensagens de pessoas que não conhecem, e nunca introduzam as vossas informações pessoais, a menos que tenham a certeza absoluta de que o website é legítimo.

Além disso, recomenda-se que recorram a ferramentas mais fortes de autenticação, tais como biometria, chaves de segurança, ou autenticação multifator.

Desfrutem das férias e deixem as publicações para depois

Este ponto não é bem uma dica, mas antes um conselho: definam as preferências de privacidade e segurança nos serviços e dispositivos web ao vosso nível de conforto para partilhar. Não há problema em limitar como e com quem partilham a informação – especialmente quando estão fora.

Pensem duas vezes antes de publicar fotografias que revelariam que não estão em casa ou o que não gostariam que certas pessoas (como os vossos pais ou empregador) vissem. Uma estratégia segura? Façam as publicações somente quando estiverem de regresso.

Nunca, mas nunca, utilizar computadores públicos

Bom, talvez estejamos a exagerar. Se for para uma simples pesquisa, aí tudo bem. Já se necessitarem de fazer login em algum serviço, recomendamos vivamente que nunca utilizem computadores públicos para o efeito.

É que, mesmo que limpem a cache e o histórico de navegação do browser, e mesmo que naveguem em modo privado, nada vos garante que o computador em questão não tem um qualquer malware escondido a monitorar as atividades do PC e a fazer o tracking dos vossos dados…

Agora que já estão a par de tudo, só nos resta desejar uma boas férias.

- Publicidade -
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Partilhar o Xbox Game Pass com família e amigos vai ficar mais fácil

A nova opção do Xbox Game Pass já está disponível em alguns territórios.

Região Viseu Dão Lafões vai construir 36 quilómetros de novas ciclovias e apostar num sistema público de bicicletas partilhadas

A candidatura "Mobilidade Suave em Viseu Dão Lafões", no valor de quase 5 milhões de euros, foi aprovada pelo Centro 2020.

God of War Ragnarok recebe um curto vídeo dedicado ao combate

Segundo os produtores, vamos poder “brincar com a comida”.