DGS recomenda realização de testes à COVID-19 em casamentos com mais de 10 pessoas

No caso de eventos de natureza cultural ou desportiva, recomenda-se a testagem sempre que o número de participantes/espectadores seja superior a 1.000, em ambiente aberto, ou superior a 500, em ambiente fechado.

- Publicidade -

Na mais recente conferência após a última reunião do Conselho de Ministros, ficou definido que quem pretender ir a eventos familiares, como casamentos ou batizados, vai necessitar de realizar previamente um teste à COVID-19. O mesmo acontecerá para a entrada em eventos culturais ou desportivos.

No que toca aos casamentos e batizados, terão de ser os participantes a assegurar os próprios testes. Relativamente aos eventos culturais ou desportivos, “os testes são a custo de quem organiza o evento”.

Diz o comunicado do Conselho de Ministros que esta obrigatoriedade de testes acontecerá “sempre que o número de participantes exceda o definido pela DGS para efeitos de testagem de participantes em eventos”. Agora, foi a vez da DGS pronunciar-se sobre o assunto.

De acordo com a norma número 019/2020, atualizada ontem, dia 15 de junho, recomenda-se a realização de rastreios laboratoriais em eventos familiares, designadamente casamentos e batizados, bem como quaisquer outras celebrações similares, com reunião de pessoas fora do agregado familiar, aos profissionais e participantes sempre que o número de participantes seja superior a 10.

Em eventos de natureza cultural ou desportiva, recomenda-se a testagem sempre que o número de participantes/espectadores seja superior a 1.000, em ambiente aberto, ou superior a 500, em ambiente fechado.

Em contexto laboral, nos locais de maior risco de transmissão, como as explorações agrícolas e o setor da construção, aconselha-se a testagem com uma periodicidade de 14/14 dias. A mesma recomendação deve ser seguida nos serviços públicos e nos locais de trabalho com 150 ou mais trabalhadores (independentemente do seu vínculo laboral, da modalidade ou da natureza da relação jurídica), nos termos do Plano de Promoção da Operacionalização da Testagem para SARS-CoV-2.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Centro Colombo faz testes gratuitos à COVID-19

O processo está a ser coordenado pelos profissionais de saúde da Farmácia Colombo, que comunica todos os resultados às autoridades competentes.

Uber junta-se à Unilabs para testes de rastreio à COVID-19 no domicílio

Essencialmente, um motorista Uber irá levar um técnico de colheitas devidamente habilitado da Unilabs ao domicílio de um cliente que tenha requisitado o serviço, com equipamento de proteção individual para a recolha da amostra.

Este tapete desinfeta eficazmente os nossos sapatos contra a COVID-19

O Safecarpet está disponível em vários tamanhos, com preços a partir dos 48€.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Domino’s Pizza abre segunda loja em Braga

É a 40ª loja da marca em Portugal.

Última temporada de The Walking Dead vai ser dividida em três partes

A série principal terminará algures em 2022.