Crash Team Racing: Nitro-Fueled já acelera nas consolas

Depois de um regresso em grande com um remake dos três primeiros jogos, Crash Bandicoot é, mais uma vez, o centro das atenções.

Originalmente lançado para a PlayStation 1, Crash Team Racing recebe um tratamento moderno, com gráficos de alta definição e muita nostalgia à mistura em Nitro-Fueled.

Crash Team Racing: Nitro-Fueled, como o nome sugere, inclui muito mais do que o jogo original e traz consigo mais pistas e veículos de outros jogos desta série de karts, como de Crash Nitro Kart e Crash Tag Team Racing, sequelas lançadas alguns anos depois para várias plataformas.

Produzido pela Beenox, a nova versão do jogo vai conter ainda conteúdos e eventos pós-lançamento, como o exemplo do Nitro Tour Grand Prix, um pequeno campeonato que começa dia 3 de julho e que promete juntar jogadores de todo o mundo em corridas bem divertidas, com comentadores e tudo.

Além das novidades, é a versão PlayStation 4 que aparece um pouco mais completa, com versões clássicas das personagens e veículos do jogo original, assim como duas pistas exclusivas, a Dragon Mines e o Retro Stadium.

Crash Team Racing: Nitro-Fueled já está disponível para PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,157FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
653SeguidoresSeguir

Relacionados

A PlayStation 4 recebe suporte para transmissão de jogos da PlayStation 5

Se vão comprar a PlayStation 5, não se desfaçam já da PlayStation 4.

Análise – Disc Room

Fujam das serras assassinas neste frenético jogo de ação e arcada distribuído pela Devolver.

Jovens adultos em Portugal são os que mais jogam Nintendo Switch

Apesar do público alvo, não são só as crianças que adoram a Nintendo.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Crítica – Gone Girl

Com um dos melhores argumentos e elencos da década respetiva, Gone Girl não podia ser mais chocante.

Crowdville. A plataforma que paga aos utilizadores por testarem apps e serviços online

Basicamente, estamos a ser pagos para que possamos dar a nossa opinião sobre algo.