Costa da Caparica. Rua dos Pescadores vai ser requalificada

- Publicidade -

O objetivo? Dar-lhe “a dignidade e importância que ela tem”. Foi o que garantiu Inês de Medeiros, presidente da Câmara Municipal de Almada, na sessão pública realizada esta semana no Auditório Costa da Caparica e que deu a conhecer o projeto de requalificação da Rua dos Pescadores, na Costa da Caparica.

A intervenção proposta para a Rua dos Pescadores consiste na substituição do pavimento existente por lajetas de betão, alternando entre o preto e o branco, mais resistente e de fácil manutenção. Além da colocação de novos elementos de iluminação e de mobiliário urbano e a plantação de árvores, criando zonas de ensombramento ao longo da rua, o projeto inclui a criação de um pórtico em memória da Coroa, que ali existiu outrora.

A obra será realizada, de modo faseado, num máximo de 120 dias. Durante o período balnear, de 15 de junho a 15 de setembro, não haverão quaisquer intervenções. Estima-se que o custo total ronde os 466 mil euros.

Durante a sessão pública, foi ainda apresentada a proposta de regulamento de ocupação de espaço público e publicidade para a Rua dos Pescadores. O objetivo é apostar em esplanadas com soluções de transparência, leves e modernas.

Além deste projeto, existem outras obras de requalificação em curso na Costa da Caparica, nas quais se enquadram o Parque Desportivo do Atlântico, o futuro Museu Vivo de Arte Xávega e os novos acessos e parques de estacionamento das praias na zona sul.

- Publicidade -

3 Comentários

  1. Para quando a tão desejada ROTUNDA no final do IC 20 para agilizar o trânsito caótico à chegada à Cidade ou à saída principalmente quem vem no sentido TRAFARIA / COSTA mas que pretende apenas e só sair e tem de SOFRER o castigo de ir à rotunda da Liberdade, ir pela caótica saída onde se misturam a Praça de Táxis, de Autocarros, de Uber’s à espera de uma chamada parados em segunda fila ondeeia rua tem dois sentidos, enfim não é uma queixa ou birra, é uma Obra de 1° Necessidade, por favor.
    Os residentes de 365/dias ano na qualidade de Contribuintes Pagantes, agradecem a reflexão sobre este flagelo.
    Carlos Dinis HF ®
    Costa da Caparica desde 1998

  2. Quando o mar “galgar” lá se vão mais 466 mil euros, parece a anedota do “repete pete pete”. Muita gente tem enriquecido…e a “Costa” não passa do mesmo.

  3. Falta um centro cultural aonde os artistas da costa podes-me estar e fazerem as suas obras Eu sou um artista plástico tenho exposto as minhas obras noutras cidades e sou desconhecido aqui na costa aonde resido a 40 anos

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes