Concertos dos Motorama em Portugal novamente adiados

Não havia hipótese.

Motorama
- Publicidade -

Ainda vai demorar até que as coisas voltem ao normal, pelo que é recorrente vermos adiamentos de vários eventos. Na cultura então tem sido algo muito frequente, com as iniciativas a acontecerem somente com artistas portugueses, sendo perfeitamente normal.

Com as salas a não poderem funcionar na sua totalidade, não é economicamente viável trazer artistas estrangeiros nesta altura. Dito isto, temos dado conta de vários concertos adiados para 2021, pelo que trazemos agora novidades sobre outra banda que devia tocar em Portugal este ano.

Falamos dos Motorama, que iriam tocar no próximo mês de outubro no RCA Club, em Lisboa, e no Hard Club, no Porto. Agora, e devido à situação atual, a promotora At the Rollercoaster informa que os concertos foram adiados para outubro do próximo ano.

Neste caso, o concerto em Lisboa dos Motorama irá assim acontecer a 30 de setembro, ao passo que o espetáculo no Porto realizar-se-á no dia seguinte. Os bilhetes previamente adquiridos mantêm-se válidos para as novas datas.

- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

Música – Álbuns essenciais (outubro 2021)

Um mês de regressos surpreendentes e de estreias muito interessantes.

Lefty às direitas na apresentação de Andrómeda no Maus Hábitos

Uma banda para continuar a acompanhar e a valorizar.

Concertos dos Motorama em Portugal adiados (mais) um ano

Não é este ano que a banda russa regressa a Portugal.

Música – Álbuns essenciais (julho 2021)

Poucos mas bons, para animar o verão!
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Vodafone disponibiliza 5G a título experimental a todos os clientes

A todos os clientes e em todos os tarifários, importa salientar.

Cinco empresas já têm licença para explorar o 5G em Portugal

Só falta a MEO, que ainda não fez o pagamento.

Passageiros de voos internacionais terão de apresentar um teste negativo no momento do embarque (além do certificado digital) para Portugal

Se este teste não for apresentado, o passageiro pode não embarcar e as companhias áreas ficam sujeitas a coimas.