Afinal, compensa adquirir uma bicicleta elétrica nos dias de hoje?

- Publicidade -

Estamos em tempos de mudanças. Cada vez mais pessoas optam por alternativas aos métodos de deslocação mais tradicionais, não só porque tal ajuda o ambiente, mas também porque representa uma poupança significativa na carteira. Afinal de contas, porque motivo haveremos de ir de carro ou apanhar transportes públicos para o trabalho, quando podemos simplesmente usar uma trotinete ou pedalar numa bicicleta?

Na verdade, até o Governo português sabe disto, tentando que os portugueses mudem para veículos elétricos – embora muita gente não tenha condições para o fazer – ou que apostem noutros métodos de deslocação. No caso das bicicletas, existem cada vez mais ciclovias no país, mas há ainda muito trabalho para a frente.

Mas se são daquelas pessoas que querem dar esse salto para algo mais sustentável, saibam que há uma loja bem interessante e que devem desde já conhecer: a Gogobest.

Fundada em 2008, a Gogobest tem uma fábrica de cerca de 2.500 m2 na China, empregando cerca de 100 pessoas, e tem armazéns com cerca de 20.000 m2 na Polónia. A missão da Gogobest é fazer com que todos possam andar de bicicleta, independentemente da idade ou capacidade.

Os responsáveis são apaixonados pelas bicicletas porque acreditam que as bicicletas mudam vidas através da liberdade de mobilidade. Estão totalmente empenhados na construção das bicicletas de melhor valor na indústria, prometendo uma boa experiência com veículos de duas rodas que têm qualidade, muita durabilidade e, claro, conforto.

Além da Gogobest produzir, por si só, as suas próprias bicicletas, a empresa também trabalha com outras marcas, como Xiaomi, Onebot, Himo, GravaStar, Samebike, Niubility, entre outras. E já que falamos de marcas, temos duas bicicletas para vos sugerir: Gogobest GF300 e Chirrey K7.

Gogobest GF300

Gogobest GF300

Começando pela bicicleta mais acessível das três, a Gogobest GF300 é compacta e conta com uma estrutura leve em liga de alumínio bem distribuída, dobrando-se em apenas três segundos, o que faz com que possa ser utilizada nas mais diversas situações, embora seja uma bicicleta mais pensada para uso citadino.

O seu motor de 1000W dá-lhe a força necessária para que seja indicada até para subidas mais íngremes. Na verdade, graças ao seu ângulo de inclinação de 35º, não terão quaisquer problemas na maioria das situações – numa cidade como Setúbal, por exemplo, em que existem várias subidas que nem sequer se conseguem fazer com trotinetes, a Gogobest GF300 será a solução ideal.

Outro destaque vai para as suas rodas de 20” e largura de 10 cm, pensadas para todo o tipo de uso. É também de realçar o facto de possuir amortecedores de choque, para que o vosso corpo não sinta tanto algumas “colisões”, e o facto de ter um suporte na traseira para crianças ou animais de estimação – peso máximo de 25 kg.

Para que possam personalizar a vossa pedalada, a Gogobest GF300 conta com um sistema de transmissão de sete velocidades Shimano e três modos – 100% elétrico, híbrido e um terceiro modo manual, que neste caso somente funciona a pedal. Para que possam fazer essa escolha, basta recorrerem ao ecrã LCD disponível na parte frontal da bicicleta que, por ter certificação IPX6, é resistente à água e a poeiras.

Resta mencionar a bateria, que é de 12,5Ah e tem 48V, permitindo uma autonomia de até 65 quilómetros no modo 100% elétrico e até 100 quilómetros no modo híbrido. Quando chegar aos 0%, a GF300 demorará entre cinco a seis horas até ficar totalmente carregada. Em termos de velocidade, o modo elétrico permite-vos uma velocidade máxima de 35 km/h. Ah, a bicicleta suporta uma pessoa cujo peso seja de até 120 kg. Acima disso… bom, não querendo desmotivar, mas necessitarão de perder uns quilinhos, isto para não danificarem o sistema da GF300.

A Gogobest GF300 tem um custo de 1,529.99€, mas, de momento, conseguem adquiri-la por 899.99€. O envio é feito a partir da Europa e não tem custos.

Chirrey K7

Chirrey K7

A Chirrey K7, por sua vez, tem um design algo parecido à sugestão anterior, mas é um modelo muito menos popular. Ainda assim, é uma proposta bastante interessante, até porque é mais barata.

A Chirrey K7 conta com um motor de 250W que lhe garante alcançar uma velocidade máxima de 25 km/h, que é mais do que suficiente para os trajetos casa-trabalho e trabalho-casa, ou casa-escola e escola-casa. Naturalmente, podem também levá-la para caminhos de terra batida, por exemplo, uma vez que têm dois pneus de 20″ a ajudar e uma autonomia de até 100 quilómetros, em modo de pedalada assistida.

Caso queiram pedalar à “maneira antiga”, também o podem fazer, visto que esta bicicleta tem um sistema de mudanças Shimano de 7\sete velocidades. Além disso, esta modelo conta ainda com um ecrã LCD disponível na parte frontal, que vos dá informações do estado da bateria, que vos permite alterar os modos de potência, entre outras possibilidades. Ah, e claro, não nos podemos esquecer que também é dobrável, o que lhe dá uma certa vantagem.

A Chirrey K7 tem um custo de normal de 999€, mas pode ser adquirida de momento por 699.99€. Além disso, se lhe adicionarem o código F7WQ68, conseguem um desconto de 5%, ficando o preço final em 665€. O envio é feito a partir da Europa e não tem custos.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes